quinta-feira, julho 7, 2022
Home Blog do Zema Ribeiro

Blog do Zema Ribeiro

“Acesa” mapeia cultura popular entre Nordeste e São Paulo

Alessandra Leão e Ana do Coco, no episódio que estreia amanhã (11). Foto: Luan Cardoso
Websérie de 15 episódios registra encontros da cantora e compositora Alessandra Leão com mestres e mestras da cultura popular; processo é parte da pesquisa da artista para seu novo disco https://youtu.be/9sxZ-8pzMCM “Enquanto eu canto, meus males eu tou espantando”, diz a cirandeira Odete de Pilar a Alessandra Leão no primeiro episódio da websérie “Acesa”, em que durante caminhadas a artista pernambucana...

A reinvenção da vida e da morte

O poeta Celso Borges. Divulgação
“Chico Maranhão não toma mais banho/ na praia da Ponta d’Areia./ Da última vez pegou uma coceira nas pernas/ que virou ferida./ Nunca cicatrizou”, escreve o poeta Celso Borges no poema de número 36 de seu livro mais recente, “Pequenos poemas viúvos”, lançado ano passado de forma online. Outro ludovicense ilustre homenageado pelo poeta nas páginas do “livro azul” é...

Alegria, beleza, calor e esperança em novo clipe de Ortinho

O cantor e compositor Ortinho. Foto: Noelle Marão. Divulgação
Ensolarado, florido, colorido, vibrante são adjetivos sob medida para nos referirmos ao videoclipe de “Se não eu morro” (Anastácia/ Ortinho/ Zeca Baleiro), música cantada por Ortinho em dueto com Zeca Baleiro, faixa do ep “Caruarus”, que o pernambucano lançou em maio passado – relembre aqui entrevista do artista ao Balaio Cultural, na Rádio Timbira AM, sobre o lançamento. “A minha...

A corrente contínua da criação do Caburé Canela

Foto: Natalia Lima Castro
Sexteto londrinense disponibiliza nesta sexta (10), “Cabeça de cobre”, seu segundo álbum Segunda maior cidade do Paraná, Londrina tem entre seus filhos mais ilustres o músico Arrigo Barnabé e o dramaturgo Mário Bortolotto, nomes fundamentais para a cultura brasileira, que ajudam a resumir a importância da cidade para as artes em geral. Mas enganam-se os saudosistas de plantão ou aqueles...

A bem-humorada emancipação feminina

Juliette Binoche em cena de "A boa esposa". Reprodução
A hilariante comédia “Uma boa esposa” é uma verdadeira ode ao feminismo. Com o marido que dá nome ao instituto, Paulette Van Der Beck (Juliette Binoche) comanda uma instituição de formação de esposas e donas de casa, guiada por um ideário de submissão. Estamos na França, às vésperas dos acontecimentos de maio de 1968, cuja repercussão mudou para sempre...

A babel em que todo mundo se entende

Portuñol. Still: Pedro Clézar/ Divulgação
A expressão "portunhol" sempre foi usada, em geral pejorativamente, referindo-se a um espanhol mal falado, quase sempre fruto da displicência de brasileiros que acham que a língua espanhola é apenas um português enrolado, no que se enganam redondamente. O tema foi levado a sério a partir do início dos anos 2000, por iniciativa de um grupo de escritores encabeçado pelo...

O país das maravilhas e a terra do nunca no mesmo quintal

Jordan A. Nash e David Oyelowo em cena de "Alice e Peter". Foto: divulgação
Ao redor do mundo inteiro rara será a infância que não tenha se encontrado, desde suas publicações, com os clássicos “Alice no país das maravilhas”, de Lewis Carroll, e “Peter e Wendy”, de J. M. Barrie, onde surge o personagem Peter Pan, publicadas respectivamente na segunda metade do século XIX e na primeira do século XX. “Alice e Peter: onde...

De Cajari pra passarela

Homenageado da Turma do Quinto ano que vem, Josias Sobrinho durante a live de lançamento do disco coletivo "Vinil & Poesia", idealizado pela dj Vanessa Serra. Foto: Adriana Benvinda
Turma do Quinto homenageará os 50 anos de carreira de Josias Sobrinho no carnaval de 2022 Em meio à conclusão do mestrado em Cultura e Sociedade na Universidade Federal do Maranhão (Ufma), o ex-diretor do Teatro Arthur Azevedo Celso Brandão assumiu o posto de diretor de carnaval da Turma do Quinto e sua primeira tacada foi certeira, bola na caçapa,...

Sem pressa e com consistência, AQNO deixa o casulo

Desaglomerô. Frame. Reprodução
“O retorno de Saturno”, álbum de estreia de AQNO, é um atestado de coragem. São 11 faixas – 10 delas inéditas, compostas na última década – costurando sua própria história, em que cabem reflexões, autobiografia, contestações, brega paraense, reggae maranhense, forrock, balada e soul, entre outros elementos. “Esse é um álbum que fala como eu me resolvi em várias questões...

Um clube de reggae sobre as águas

A Praça dos Catraieiros, na Praia Grande, com a Casa do Maranhão à direita, vista do barco
FOTOS: GUTA AMABILE Que São Luís é considerada a capital brasileira do reggae, a Jamaica brasileira, não é novidade para ninguém, nem mesmo para os detratores da alcunha. O Tropical Reggae Cruise, passeio de barco de cerca de três horas, com discotecagem de Ademar Danilo, é mais uma prova. O jornalista e dj é um dos personagens centrais na cena reggae...