quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Poesia em dose dupla

Rua morta. Capa. Reprodução
Luís Inácio Oliveira e Celso Borges lançam “Rua morta” e “Boi”, hoje, no Solar Cultural da Terra Maria Firmina dos Reis A editora Isis Rost inventou a Passagens quando resolveu transformar em livro seu trabalho de conclusão de curso em Ciências Sociais, na Universidade Federal do Maranhão. “O risco do berro – Torquato, neto: morte e loucura” (2018) foi a...

Reedição de “Carne e alma”, de Rogaciano Leite, será lançada hoje em São Luís

O poeta Rogaciano Leite. Reprodução
Entre tantos eventos adiados pela pandemia de covid-19 estão as celebrações pelo centenário de nascimento do poeta pernambucano Rogaciano Leite (1920-1969). “Carne e alma” (1950), seu livro mais conhecido, ganhou uma bela quinta edição (Editora Imeph, 2021, 261 p.) – as outras são de 1971, 1988 e 2009 –, com ilustrações de Mauricio Negro e organização da pesquisadora Helena...

Karina Buhr estreia como escritora em romance potente de formação

A compositora, cantora e escritora Karina Buhr - foto Priscilla Buhr
O que tinha ali naquelas águas do Recife entre o final dos anos 1980 e 1990 para ter criado uma cena cultural tão pujante e diversa já pertence à história. O manguebit, a torre em torno da qual orbitavam roteiristas, diretores, atores e atrizes, videoartistas, jornalistas, intelectuais e, sim, uma diversidade de músicos e bandas, se dissolveu ali pouco...

A mulher da casa encontrada

Há mais de 50 anos, uma mulher adolescente deixou sua casa e sua família num povoado remoto à beira do Rio Piriá, no Pará, e foi para o mundo. Por ser analfabeta, a dificuldade de comunicação e o embate pela sobrevivência a afastaram da família original e a vida a empurrou para outras paragens - viveu em São Paulo,...

O amor à música e à tradição, por Eliete Negreiros

Eliete Negreiros
Dona de uma carreira musical bissexta, de apenas cinco álbuns desde o fundador Outros Sons (1982), a cantora Eliete Negreiros é também filósofa e acadêmica e publicou dois livros sobre aquele que parece ser seu compositor mais querido, Paulinho da Viola, frutos de mestrado e doutorado em filosofia. O novo livro Amor à Música guarda outra característica, de parentesco vago com o jornalismo: reúne 52 artigos...

Funk, arrastões e rolezinhos no roteiro do racismo

Renan da Penha e o Baile da Gaiola em 2019
Em 18 de outubro de 1992, um encontro de funkeiros na praia do Arpoador, na zona sul do Rio de Janeiro, tornou-se marco zero de uma série de eventos à qual a sociedade brasileira daria a designação de "arrastões". Em dezembro de 2013 e janeiro de 2014, MCs de funk e influenciadores periféricos das redes sociais marcaram encontros em...

“Vivemos tempos de barbárie despudorada”

Faroestes. Capa. Reprodução
Marçal Aquino acaba de relançar “Faroestes”, volume de contos originalmente publicado em 2001 “Faroestes” envelheceu bem: mais de 20 anos após sua publicação original, a crueza e brutalidade de suas narrativas curtas continua atual. Embora a literatura de Marçal Aquino seja de ficção, suas histórias traduzem um Brasil real, profundo, periférico, à margem. A escritora Ana Paula Maia anota na...

Radicado em Teresópolis, maranhense Cristiano Mota lança livro em São Luís

O autor Cristiano Mota. Foto: Acervo pessoal. Reprodução
O músico e compositor Cristiano Mota nasceu em São Luís em 1958 e se mudou para o Rio de Janeiro em 1980. Àquela altura, o irmão Ronaldo Mota já havia tido sua “Boi de Catirina” gravada por Papete em “Bandeira de aço” (Discos Marcus Pereira, 1978). Os dois são parceiros musicais em outras composições e a paixão de Cristiano...

Tempo e memória: o profundo mergulho poético de Eduardo Júlio

O poeta Eduardo Júlio. Foto: Joedson Silva
Poeta lança hoje “O sopro do lugar junto ao tempo”, no Faladeli A chuva embaça o vidro da janela e atrapalha a contemplação da paisagem. Mas a fotografia que ilustra a capa do novo livro de Eduardo Júlio, “O sopro do lugar junto ao tempo”, de autoria do próprio poeta, é um convite a um mergulho na contemplação, denso e...

Quantos mundos cabem num quintal?

O escritor Elizeu Cardoso. Foto: Helton Alex. Divulgação
A prosa de Elizeu Cardoso tem a força da tradição oral; escritor lança o livro “Contos de quintais” nesta quinta (26) na Associação Maranhense de Escritores Independentes (Amei), no São Luís Shopping A literatura de ficção de Elizeu Cardoso se alimenta, em grande medida, da chamada vida real, mesmo quando estamos vivendo tempos distópicos. Talvez isto explique, em parte, o...