Bolsonaro libera R$ 3,1 milhões para TV Record cuidar do seu acervo

O governo de Jair Bolsonaro aprovou na manhã desta sexta-feira, 6, o uso de R$ 3,1 milhões de dinheiro incentivado para a "preservação e digitalização do acervo" de 55 anos da TV Record, a mais fiel aliada do governo. O projeto é assinado pelo Instituto Ressoar (Instituto Record de Responsabilidade Social), ligado à emissora, que chegou a pedir R$...

O que salvaremos das cinzas da Cinemateca?

Uma semana após o incêndio que destruiu o prédio de apoio da Cinemateca Brasileira na Vila Leopoldina, em São Paulo, na quinta-feira, 29 de julho, ainda não foi permitido que nenhum técnico da área do audiovisual tivesse acesso ao material armazenado no local calcinado, para examinar o que se salvou e apontar aquilo que eventualmente pudesse exigir uma intervenção...

Governo nomeia comissão de seleção para gestor da Cinemateca

O governo de Jair Bolsonaro convocou na manhã desta segunda-feira, 2, a comissão de seleção que vai escolher o novo gestor da Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Não há nenhum representante da sociedade na comissão: são dois nomes da Secretaria Nacional do Audiovisual, um representante da Secretaria Especial de Cultura, um da Agência Nacional de Cinema (Ancine) e um...

Após fogo na Cinemateca, governo desengaveta edital para escolher gestor para a instituição

Após o fogo que consumiu nesse quinta-feira cerca de 300 m2 de um prédio de apoio da Cinemateca Brasileira em São Paulo, o mais importante acervo audiovisual da América do Sul, o governo federal finalmente tirou da gaveta um edital de chamamento público para escolher uma organização social para gerir as atividades da instituição, parada há um ano sob...

Ancine recorre de decisão da Justiça Federal para acelerar projetos audiovisuais

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) fingiu como se jogasse pôquer: simulou que poderia desistir do jogo porque não tinha cartas fortes e acabou enganando temporariamente a Justiça e a opinião pública. Ao ser condenada no dia 16 deste mês pelo juiz Vigtor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio, a promover a análise de 229 projetos audiovisuais represados...

Decreto de Bolsonaro prepara cenário para censura e dirigismo

Mario Frias
O governo de Jair Bolsonaro editou nesta terça-feira o decreto 10.755, pelo qual modifica o atual regulamento do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), mecanismo que abriga a Lei Rouanet, o Fundo Nacional de Cultura, os Fundos de Investimento Culturais e Artísticos (Ficart) e as outras ações culturais do Estado brasileiro. Basicamente, essa reedição cumpre a função de...

Mario Frias declara guerra à Fundação Roberto Marinho

A reinauguração, no dia 31 deste mês, do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, queimado durante um incêndio em 21 de dezembro de 2015, abriga a definitiva declaração de guerra entre o fundamentalismo anticultural do bolsonarismo e as Organizações Globo. Na terça-feira, 20 de julho, a Secretaria Especial de Cultura do governo Bolsonaro (secundada por sua subordinada, a Secretaria...

Ancine realiza hoje megarreunião para cumprir ordem judicial

Reprodução
A Agência Nacional de Cinema (Ancine) realiza na manhã desta terça-feira, 20 de julho, uma megarreunião com todos os seus servidores (incluindo colaboradores e estagiários) para debater qual será sua estratégia em relação à decisão judicial que a obriga a avaliar, nos próximos 4 meses, 229 projetos audiovisuais represados em suas instâncias de deliberação. São filmes de longa-metragem, séries,...

A Ancine e a censura que não ousa dizer seu nome

No dia 7 de julho, a Agência Nacional de Cinema (Ancine) negou autorização para o financiamento público do filme O Presidente Improvável, da produtora carioca Giros Filmes, que trata da trajetória do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, de 90 anos. O indeferimento, sob o pretexto de “notório aproveitamento político”, foi decidido pelo diretor presidente substituto da Ancine, Mauro...

Justiça determina intervenção na Ancine

O juiz Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro, determinou na noite desta quinta-feira, 15 de julho, tutela de urgência para que a diretoria da Agência Nacional de Cinema (Ancine), que é ré em uma ação de improbidade administrativa, resolva em 120 dias o passivo de projetos audiovisuais pendentes de avaliação que mantém congelados desde 2017,...