sábado, março 2, 2024

Show de João Gilberto é lançado em álbum físico e digital pelo Selo Sesc

João Gilberto durante o show de 1998 no Sesc Vila Mariana, agora registrado em disco. Foto: Acervo Sesc Audiovisual. Divulgação
Com 36 faixas, apresentação ao vivo do baiano inventor da bossa nova inaugura a coleção Relicário, do Sesc/SP Exatos 25 anos depois – na próxima quarta-feira (5 de abril) – o show realizado por João Gilberto (1931-2019) no então recém-inaugurado Sesc Vila Mariana ganha registro em álbum físico e digital: com 36 faixas, o duplo “Relicário: João Gilberto (Ao Vivo...

A voz invisível de Maricenne Costa

Maricenne Costa canta no Festival da Excelsior de 1968 - foto reprodução do livro "A Cantora de Voz Colorida"
Entre as inúmeras personagens que estiveram sob holofotes musicais, mas não sustentaram uma carteirinha cativa do clube dos protagonistas da música brasileira, a paulista Maricenne Costa, hoje com 83 anos, pertence a um escaninho controverso, que se chamou ou se tentou chamar de bossa nova paulista e talvez nem tenha chegado a existir, se acreditarmos nos cânones difundidos pela bossa...

Um pãozim de queijo, um violão

E se, na certidão de nascimento da bossa nova, viesse escrito "Diamantina, Minas Gerais"? Ora, dirão os ipanemistas radicais, isso é de uma estupidez abissal! Ora, dirão os juazeiristas fundamentalistas, isso é um insulto! Bom, lamento informar, mas há grandes evidências disso. Nos anos de 1950, pouco antes de apresentar a batida que cimentou o caminho da bossa nova no mundo, o...

Quando a moderna música brasileira tomou Forma

Baden Powell, Roberto Quartin e Stan Getz
O livro Tempo Feliz - A História da Gravadora Forma, do jornalista Renato Vieira, lança luz sobre uma casa fonográfica carioca que teve vida efêmera, mas deixou cravados na história trabalhos musicais maiúsculos como o fundador Coisas (1965), do maestro Moacir Santos, Os Afro-Sambas de Baden e Vinicius (1966), com Baden Powell, Vinicius de Moraes e Quarteto em Cy, e a trilha sonora do filme Deus e o Diabo na...

Zuza Homem de Mello baila com João Gilberto em “Amoroso”

Zuza Homem de Mello e João Gilberto - foto acervo pessoal do autor
Zuza Homem de Mello (1932-2021) não estava brincando quando colocou as seguintes entre as últimas palavras do livro Amoroso - Uma Biografia de João Gilberto (nas estantes a partir de sexta-feira, 5 de novembro): "Um agradecimento muito especial aos competentes e dedicados médicos que tanto me ajudaram a viver até os 87 anos para poder escrever este livro". De fato, o...

Era uma vez o Trio Surdina

O primeiro LP de 10 polegadas que aparece no Álbum 1 é Trio Surdina Interpreta Noel Rosa e Dorival Caymmi (1953), de que hoje só os ratos de sebos e de mp3 tomam conhecimento. A formação originalíssima somava Garoto ao violão, Fafá Lemos ao violino e Chiquinho do Acordeon. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=sHnghfb_jE0] Os estudiosos gostam especialmente de “O Relógio da Vovó” (de...

Claudette Soares, a ovelha loira da bossa

Claudette Soares
A voz aveludada da cantora carioca Claudette Soares completa 82 anos (e 72 de carreira) e emoldura uma história plena de sobressaltos. "Princesinha do baião" quando iniciante, nas asas da moda lançada por Luiz Gonzaga, ela começou a gravar em 1954, viu a bossa nova surgir em 1958 e adaptou-se à novidade. Para estrear em LP, demorou tanto quanto a colega mais...

O sambalanço de Silvio Cesar

Silvio Cesar
"Ela cantou com alma, com coração, transformou minhas humildes canções em obras-primas." Assim o mineiro Silvio Cesar, hoje com 80 anos, reagiu ao disco Se Eu Pudesse Dizer Tudo Que Sinto, que Claudette Soares gravou em sua homenagem. Os dois artistas têm mais em comum do que esse disco, no qual ele canta com a anfitriã a bossa "Nós Dois". Silvio Cesar...

Claudette Soares, 82, canta Silvio Cesar

Claudette Soares completa 82 anos
Anviersariante de 31 de outubro, Claudette Soares comemora 82 anos de vida com um show único em São Paulo, na sexta-feira 1 de novembro, no Teatro Itália. O espetáculo lança o novo disco da artista carioca radicada paulistana, Se Eu Pudesse Dizer Tudo Que Sinto (Discobertas), gravado todo em honra do compositor mineiro Silvio Cesar, hoje com 80 anos. A ideia, ela conta, foi...

51 anos de canções de Joyce

Em 2018, para comemorar 50 anos de atividade como cancionista, Joyce Moreno cometeu um pequeno ato político: regravou o primeiro álbum de sua história, Joyce, lançado originalmente em 1968. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=BV0FTb_Vz9c] Poderia ser uma decisão banal, de mera efeméride, mas havia um propósito por trás. Em 1968, Joyce tinha 20 anos, e perpetrou, em pleno reinado do terror, um disco maduro e feminista apesar...