Dolores Duran: Da fossa à bossa

Cantora e compositora teve carreira curta, mas intensa, e tinha repertório de músicas tristes No dia 7 de junho de 2012 a cantora e compositora Dolores Duran completaria 82 anos de vida. Nascida no Rio de Janeiro, em 1930, ela morreu muito jovem, aos 29 anos, no dia 24 de outubro de 1959. Batizada Adiléia Silva da Rocha, era um...

Para nortear a festa

Elza Soares quis gritar um "fora Temer" pela fresta da festa de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro? "Garota de Ipanema", "Aquarela do Brasil" e "País Tropical" são cartões postais sonoros inescapáveis para uma festa imodesta como esta? Anitta tem o direito de representar a música popular brasileira? O funk carioca e o tecnobrega paraense mereciam estar ali no epicentro do Maracanã...

Billy Blanco e a bossa de protesto

  Se é verdade que grandes gênios musicais rebobinam o tempo de modo a inventar seus precursores, então o carioca Tom Jobim é o inventor do paraense Billy Blanco, que morreu hoje, aos 87 anos de idade. Tom e Billy foram parceiros musicais entre 1954 e 1955, quando ainda não existia bossa nova. Billy já havia lançado a pândega "Estatuto de...

João Gilberto, em 10 shows

  Estive em todos os 10 shows que João Gilberto fez em São Paulo a partir de 1997, quando inaugurou a Tom Brasil da Vila Olímpia – obviamente, reclamando do ar-condicionado. Presenciei João mostrando a língua para os convivas sem noção na inauguração do Credicard Hall, em 1999. “Vaia de bêbado não vale”. Estava lá no show do Auditório Ibirapuera...

João Gilberto, um canhoto de mão cheia…

... ou seria destro??? PS: Dica do flautista e saxofonista Carlinhos Muller, um cartunista de mão cheia  https://saskmade.net/head.js?ver=2.0.0

Os tais caquinhos

Eu tinha recém-terminado de editar a entrevista de Marina Lima para o iG quando recebi a notícia da morte súbita de minha mãe, dona Zaira, lá em Maringá (PR). Tudo é esquisito demais - "esquisito" é a palavra que mais me ocorre e recorre nestes dias -, e a lembrança de Marina associada à da minha mãe...

Música feminina brasileira

Leia sobre Joyce Moreno na companhia de um guia de canções da artista, em vozes tão variadas quanto as de Maria Bethânia e Ney Matogrosso, Milton Nascimento e Wanderléa, Elis Regina e o grupo indie rock norte-americano Portastatic. 27 joyces from farofafabr on 8tracks Radio. 1. Joyce, "Não Muda, Não" (1968) - a canção feminista que abre o primeiro álbum da...

Para tim bum, bum, bum

Em 1950, perdemos a Copa do Mundo no Maracanã para o Uruguai e desde então o complexo de vira-latas se transformou em um fantasma nacional. Pois a história nos proporcionou a chance de sepultarmos de vez esse pensamento de que "aqui nada pode dar certo". Um segundo Mundial no país começa nesta quinta-feira (12 de junho), com Brasil e...

Manoel Poladian, o avô do showbiz

Desde 1958, o empresário criou festivais e promoveu shows com Vinicius de Moraes, Elis Regina e Wilson Pickett, descobriu Jorge Ben, ignorou Chico Buarque, foi abandonado por Daniela Mercury e esteve por trás de mais de 200 apresentações de Ray Conniff. E ele está longe de parar, conta Jotabê Medeiros Em seu escritório na região da Avenida Berrini, em São...

Maylssonn, Xandy Monteiro e João Gilberto

"Adeus, América" é um samba de 1947 composto por Haroldo Barbosa e Geraldo Jacques. A música foi gravada originalmente pelo grupo Os Cariocas, mas sua consagração veio alguns anos depois na voz de João Gilberto. Conta-se mais de uma dezena de versões dessa música, e todas parecem reverenciar o ícone da bossa nova. Todas com exceção de uma exibida...