Ancine prepara “manual de censura” para punir servidores nas redes sociais

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) está sendo interpelada pela sua associação de servidores por conta do anúncio de que pretende adotar o que chamou de Manual de Conduta nas Mídias Sociais com o intuito de punir funcionários que porventura se manifestarem publicamente contra retrocessos na instituição. O Manual de Conduta nas Mídias Sociais já tem uma minuta preparada...

Mario Frias responde ao FAROFAFÁ, mas sua versão não para em pé

O Secretário Especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro, Mario Frias, respondeu a reportagem do FAROFAFÁ em sua rede social neste sábado. Dois dias após a publicação do texto em que a reportagem apontou a liberação de R$ 4,6 milhões do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para uma obscura rubrica chamada Casinha Games, Frias veio finalmente a público...

Governo inabilita Fundação Roberto Marinho e pede R$ 54 milhões de volta

O Ministério do Turismo editou nesta segunda-feira, 26 de julho, uma portaria na qual inabilita por três anos a Fundação Roberto Marinho para a captação de recursos públicos e cobra a devolução de R$ 54 milhões ao Fundo Nacional de Cultura (FNC), referentes ao montante aplicado na construção do Museu da Imagem e do Som (MIS) do Rio de...

Bolsonaro libera R$ 3,1 milhões para TV Record cuidar do seu acervo

O governo de Jair Bolsonaro aprovou na manhã desta sexta-feira, 6, o uso de R$ 3,1 milhões de dinheiro incentivado para a "preservação e digitalização do acervo" de 55 anos da TV Record, a mais fiel aliada do governo. O projeto é assinado pelo Instituto Ressoar (Instituto Record de Responsabilidade Social), ligado à emissora, que chegou a pedir R$...

Para bom Ouvidor, meio ouvido basta? A Ancine crê que sim

Ancine
A Agência Nacional de Cinema (Ancine) nomeou na manhã desta terça-feira como Ouvidor-Geral substituto da instituição Otávio Albuquerque Ritter dos Santos, "sem prejuízo das respectivas atribuições". Acontece que Ritter já é Secretário de Gestão Interna adjunto da Ancine, o que configura assombroso conflito de interesses. "Haverá, em cada agência reguladora, 1 (um) ouvidor, que atuará sem subordinação hierárquica e...

A Ancine e a censura que não ousa dizer seu nome

No dia 7 de julho, a Agência Nacional de Cinema (Ancine) negou autorização para o financiamento público do filme O Presidente Improvável, da produtora carioca Giros Filmes, que trata da trajetória do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, de 90 anos. O indeferimento, sob o pretexto de “notório aproveitamento político”, foi decidido pelo diretor presidente substituto da Ancine, Mauro...

Ancine mantém censura a filme sobre FHC

Em sessão pública realizada agora há pouco, na tarde desta quinta-feira, 5 de agosto, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Cinema (Ancine) manteve o veto à captação de recursos para o filme "O Presidente Improvável", da produtora Giro Filmes. A reavaliação tinha sido pautada pela Superintendência de Fomento da Ancine, que não viu empecilhos legais para a aprovação,...

Bolsonaristas descredenciam 174 pareceristas do incentivo à cultura

A Secretaria Especial de Cultura do governo federal descredenciou nesta terça-feira, 4 de outubro, unilateralmente, 174 pareceristas da área cultural.  Segundo a justificativa da portaria assinada por André Porciuncula, secretário de Fomento e Incentivo à Cultura,os peritos estão sendo descredenciados de forma sumária por “emissão de parecer técnico considerado insatisfatório” ou “inadequado, conforme normativos pertinentes”. A portaria justifica a sanção...

Ancine exonera o pastor Tutuca e busca novo aliado no Ninho do Urubu

Tutuca e Bolsonaro
A Ancine exonerou hoje o pastor Tutuca do cargo de Superintendente de Políticas de Financiamento da agência. Como o mandato do pastor como diretor substituto da Ancine venceu no último dia 1º de agosto (era um mandato provisório, de seis meses, para o qual ele já foi reconduzido irregularmente duas vezes), é possível afirmar que acabou a passagem de...

Novo presidente da Ancine é nomeado para ser assessor de si mesmo

Sabatinado pelo Senado Federal no dia 6 de julho e aprovado para presidir a Agência Nacional de Cinema (Ancine) até 2026, Alex Braga Muniz foi nomeado nesta quarta-feira, 18, como assessor da diretoria da Ancine pela Advocacia Geral da União. A história parece complicada, mas é simples (apesar de realmente bizarra): na prática, Braga Muniz, que é procurador federal,...