Palmares nomeia assessor de deputado que insultou o papa e o arcebispo de Aparecida

O governo Bolsonaro nomeou nesta quarta-feira, 21, como Chefe de Gabinete da Fundação Cultural Palmares, um assessor do deputado paulista Frederico D'Avila (PSL-SP), que insultou o Arcebispo de Aparecida e o papa Francisco no último dia 14 chamando-os de "vagabundos" e "pedófilos safados" e disse que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) era um câncer e deveria...

Advogado de candidato de Bolsonaro na Bahia ganha controle da Lei Rouanet

O governo federal nomeou hoje como Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura substituto o advogado Lucas Jordão Cunha, que defende em inúmeros processos judiciais o vereador Alexandre Aleluia (DEM-BA), de Salvador. Aleluia é o candidato de Bolsonaro ao governo da Bahia em 2022 e é amigo de um dos filhos do presidente, Eduardo Bolsonaro (os dois já têm...

Virtual presidente da Ancine omite que é réu em documento enviado ao Senado

Nesta terça-feira, 6, no exato momento em que se inicia sua sabatina para assumir o cargo de diretor presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine), o procurador Alex Braga Muniz deverá passar por pelo menos um grande constrangimento: em declaração entregue aos senadores que o sabatinarão, ele omitiu sua condição de réu na Justiça Federal - para evitar aqui...

Nos 30 anos da Lei Rouanet, nada a comemorar

“Você sabia que 78% da verba da Lei Rouanet ficava concentrada nas mãos de 10% das grandes empresas?”, escreveu o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do governo federal, André Porciuncula. A conclusão do secretário pode até parecer sagaz e inédita para recém-chegados, mas é tão velha quanto a própria Lei Rouanet, que...

Justiça determina intervenção na Ancine

O juiz Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro, determinou na noite desta quinta-feira, 15 de julho, tutela de urgência para que a diretoria da Agência Nacional de Cinema (Ancine), que é ré em uma ação de improbidade administrativa, resolva em 120 dias o passivo de projetos audiovisuais pendentes de avaliação que mantém congelados desde 2017,...

Ancine manda arquivar projeto de lançamento de “Marighella”

Cena de Marighella, o filme
No último dia 2 de julho, em uma diligência interna, uma gestora do setor de análise técnica e seleção de projetos da Ancine encaminhou o projeto de lançamento comercial do filme "Marighella", de Wagner Moura, para arquivamento, com a seguinte justificativa: "Procedemos ao cancelamento do projeto acima referenciado e encerramento do respectivo processo devido à DESISTÊNCIA DA PROPONENTE em...

Mario Frias responde ao FAROFAFÁ, mas sua versão não para em pé

O Secretário Especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro, Mario Frias, respondeu a reportagem do FAROFAFÁ em sua rede social neste sábado. Dois dias após a publicação do texto em que a reportagem apontou a liberação de R$ 4,6 milhões do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para uma obscura rubrica chamada Casinha Games, Frias veio finalmente a público...

Pressionado, Mario Frias tenta formar CNIC às pressas

O Secretário Especial de Cultura do governo federal, Mario Frias, publicou edital nesta sexta-feira, 1º de outubro, no Diário Oficial da União (DOU) para selecionar as entidades associativas de setores culturais e artísticos para compor a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), conselho que decide sobre os projetos a serem subsidiados pela Lei Rouanet. Frias foi denunciado ao...

Ancine mantém censura a filme sobre FHC

Em sessão pública realizada agora há pouco, na tarde desta quinta-feira, 5 de agosto, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Cinema (Ancine) manteve o veto à captação de recursos para o filme "O Presidente Improvável", da produtora Giro Filmes. A reavaliação tinha sido pautada pela Superintendência de Fomento da Ancine, que não viu empecilhos legais para a aprovação,...

Ancine recua de fazer um “Manual de Censura” para servidores

Em reunião na manhã desta segunda-feira, 30 de agosto, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Cinema retirou de sua pauta a adoção de um Manual de Conduta em Mídias Sociais, assim como a mudança da sua sede do Rio de Janeiro para Brasília. O recuo se deve ao repúdio demonstrado após a descoberta dessa intenção, revelada pelo FAROFAFÁ...