segunda-feira, novembro 11, 2019

A meta de Baco Exu do Blues é o mundo

A vertigem da vitória acomete o jovem baiano Diogo Moncorvo, mais conhecido como Baco Exu do Blues. Poucos meses atrás, em "Me Desculpa Jay-Z", ele compôs os versos "tá tudo confuso como meus sonhos eróticos com a Beyoncé/ me desculpa Jay-Z, queria ser você". Dias atrás, com o curta-metragem "Bluesman", ele suplantou o casal Beyoncé-Jay-Z, inscrito na mesma categoria em que ele,...

Fiac-Bahia vai até domingo

Cena de "Holocausto Brasileiro", apresentado no Fiac-Bahia
O Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (Fiac-Bahia) recebeu, para esta 12ª edição, mais de mil inscrições de trabalhos. Um recorde. Com financiamento do governo da Bahia, o evento se insurge como mais uma barricada diante do desmonte acelerado da cultura. A programação, nacional e internacional, contará com 11 espetáculos de teatro, dança, circo e performance, três oficinas...

30 anos sem Gonzagão

Mostra homenageia Luiz Gonzaga aos 30 anos de sua morte
O pernambucano de Exu Luiz Gonzaga (1912-1989) comunica-se com a periferia da cidade de São Paulo. O espaço de transição centro-periferia é o Centro Cultural Santo Amaro, que inaugura neste dia 9 a exposição Luiz Gonzaga, na Eternidade dos 30! A mostra se divide em sete estações e mais dia seções, onde estão reunidos discos, livros, revistas, partituras e fotos do acervo do...

A eterna luta da cultura nordestina

A lista de 160 artistas selecionados para a exposição "À Nordeste" (em cartaz no Sesc 24 de Maio) vai de A, de Abel Teixeira, a Z, de Zé Diabo. Mas no meio dela tem nomes como Portinari, Bispo do Rosário, Cícero Dias, Leonilson, Marcelo D'Salete, Pierre Verger, Juliana Notari, Nhô Caboclo, Tom Zé, Catarina dee Jah,...

Maranhense Gildomar Marinho é um dos agraciados com o Prêmio Grão de Música em 2019

Coletânea do Prêmio Grão de Música 2019. Capa. Reprodução
Cerimônia de entrega acontece amanhã (19), em São Paulo A Sala Olido, no Centro Cultural homônimo, em São Paulo, sedia amanhã (19), às 19h, a entrega do Prêmio Grão de Música Brasileira. A premiação acontece regularmente desde 2014, idealizada pela cantora e compositora Socorro Lira. Rolando Boldrin, Marlui Miranda, Rodrigo Sartori, Alessandra Leão e Josyara (cujo “Mansa fúria” é um dos...

A imagem de Cristóvão

Cristóvão Alô Brasil. Frame. Reprodução
"Foi no dia 12 de outubro de 22/ que nasceu na Madre Deus mais um sambista/ o resto eu conto depois". Os versos autobiográficos de Cristovão Colombo da Silva (12/10/1922-19/8/1998), vulgo Cristóvão Alô Brasil, não escondem certa imodéstia: era senhor de seu talento, mas longe de arrogante. No próximo dia das crianças e de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil,...

João do Vale: a voz do povo revoou

"Poeta do povo", o compositor maranhense vira tema de musical que circulará o Brasil no segundo semestre de 2019 A roda da história gira em torno do próprio eixo. No aniversário de 55 anos do histórico show Opinião, João do Vale (1933-1996) está vivo outra vez. Iniciado no Maranhão, em 2017, o musical...

Tem “Qualhira” na praça

O cantor Cláudio Lima. Foto: Márcio Vasconcelos
Em 17 de maio passado, dia internacional de luta contra a homofobia, o cantor e compositor Cláudio Lima subiu ao palco da Pequena Companhia de Teatro, em São Luís, para o show “Com a lira”, inteiramente dedicado a repertório de temática homoafetiva e/ou assinado por compositores homossexuais – entre os quais Cazuza, Johnny Alf, Renato Russo e Caio Prado. O...

Geraldo Azevedo, o sobrevivente

O cantor e compositor pernambucano lança "Solo Contigo" e fala da prisão e da tortura pela ditadura brasileira, em 1969 e 1974 Geraldo lança o DVD e CD ao vivo "Solo Contigo" - foto Marcelo Ribeiro/Divulgação "A gente saiu da maior glória para a clandestinidade." O pernambucano Geraldo Azevedo...

“O mulato” em quadrinhos

"O mulato". Capa. Reprodução
Da ideia inicial, pesquisa, tratamentos de roteiro, desenhos até a impressão, Iramir Araújo e Ronilson Freire levaram dois anos para transpor “O mulato” (2019, 132 p.), originalmente publicado em 1881, romance inaugural do naturalismo no Brasil, do maranhense Aluísio Azevedo (São Luís, 1857-Buenos Aires, 1913). Como nada é por acaso, calhou de lançarem a HQ amanhã (20), último dia...