sexta-feira, setembro 20, 2019

EM CASA, NÃO AO ACASO

A baiana (de Salvador) Mariene de Castro e o pernambucano (de Altinho) Almério se encontraram no palco do show Acaso Casa, que agora se transforma em CD ao vivo pela gravadora Biscoito Fino. Os dois têm registros vocais que chegam a confundir o ouvinte em certos momentos, embora a interpretação dela se destaque pelo tom derramado, à la Maria Bethânia, e a dele encante pelo...

Quilombos em guerra nas estrelas

Em Alcântara, a corrida espacial dos norte-americanos esbarra na força cultural e no legado de uma centena de comunidades quilombolas Quilombolas na Praia da Mamuna, em frente ao Centro de Lançamento de Foguetes da Aeronáutica, no Maranhão Um foguete espacial viaja a 28 mil quilômetros por hora. Nas estradas vicinais...

Nada é por acaso

O poeta Antonio Carlos Alvim. Foto: Eduardo Júlio
Para certas coisas não há tempo certo, acontecem quando e como têm que acontecer. Nada explica o, até aqui, ineditismo em livro do poeta Antonio Carlos Alvim, um dos mais talentosos de sua geração, a Akademia dos Párias que agitou a cena da ilha de São Luís, capital do estado do Maranhão, que tirou a gravata da poesia e...

Abrazo contra a censura

O Clowns de Shakespeare vai apresentar, neste sábado 14 de setembro, Abrazo, a peça que foi cancelada pela Caixa Cultural Recife de forma unilateral e abrupta no último dia 7 de setembro como mais um exemplo do crescente cerco à cultura no País. O espetáculo acontecerá no Teatro Apolo, mas a concentração começa às 15 horas, na Praça do...

A meta de Baco Exu do Blues é o mundo

A vertigem da vitória acomete o jovem baiano Diogo Moncorvo, mais conhecido como Baco Exu do Blues. Poucos meses atrás, em "Me Desculpa Jay-Z", ele compôs os versos "tá tudo confuso como meus sonhos eróticos com a Beyoncé/ me desculpa Jay-Z, queria ser você". Dias atrás, com o curta-metragem "Bluesman", ele suplantou o casal Beyoncé-Jay-Z, inscrito na mesma categoria em que ele,...

A palavra que tira a bunda da cadeira

O escritor e agitador cultural Marcelino Freire. Retrato: Zema Ribeiro
Teresina/PI – Mesas redondas, saraus, shows, lançamentos de livros. A Balada Literária em Teresina teve dois dias intensos, semana passada (27 e 28 de agosto), no Completo Cultural Theatro 4 de Setembro, que abriga, além do espaço que lhe dá nome, na Praça Dom Pedro II, o Teatro Torquato Neto, a Galeria Osório Jr. e o Oxente Pub. É o...

A desarmonia em João Gilberto

No princípio era a bossa nova. Em três discos fundadores, entre 1959 e 1961, João Gilberto se afinou com Antonio Carlos Jobim & Vinicius de Moraes (“Chega de Saudade”, “Brigas, Nunca Mais”, “O Amor em Paz”, “Insensatez”),  com Antonio Carlos Jobim & Newton Mendonça (“Desafinado”, “Samba de uma Nota Só”, “Meditação”, “Discussão”), com Antonio Carlos Jobim sozinho (“Só em Teus Braços”, “Corcovado”, “Outra...

A Jamaica brasileira na Pauliceia

Cultura da radiola terá destaque na Virada Cultural, em São Paulo. Duo Criolina e convidados farão 12 horas celebrando ritmos jamaicanos e maranhenses. Pouco tempo depois de inventado na Jamaica o reggae não tardou a se consolidar no Maranhão. Não à toa a capital São Luís recebeu a alcunha de Jamaica brasileira. O gênero...

Um rapaz latino-sobralense

    Tentar o canto exato e novo Que a vida que nos deram nos ensina Pra ser cantado pelo povo Na América Latina (Voz da América, Belchior) O poeta carioca (de constituição francamente matogrossense) Douglas Diegues lançou há alguns anos um manifesto chamado Portunhol Selvagem, preconizando um tipo de interlíngua mestiça, de suave mobilidade antropológica e desinibição fronteiriça, unindo o Brasil a seus vizinhos latino-americanos....

O forró vai virar patrimônio cultural

Farofafá conversou com exclusividade com a cantora Alexandra Nicolas, representante do Maranhão no Fórum Nacional Forró de Raiz. 2019 marca o centenário de Jackson do Pandeiro, o rei do ritmo