sábado, março 2, 2024

A tristeza de Oswaldinho do Acordeon

No ano do centenário de nascimento de Luiz Gonzaga, Oswaldinho do Acordeon, um de seus maiores seguidores ficara de fora da programação do São João de Caruaru de 2012. Michel Teló e Chiclete com Banana tocam Oswaldinho do Acordeon está triste. Qualquer um nota isso quando fala com ele sobre a festa de São João de Caruaru. O mestre da...

Manoel Poladian, o avô do showbiz

Desde 1958, o empresário criou festivais e promoveu shows com Vinicius de Moraes, Elis Regina e Wilson Pickett, descobriu Jorge Ben, ignorou Chico Buarque, foi abandonado por Daniela Mercury e esteve por trás de mais de 200 apresentações de Ray Conniff. E ele está longe de parar, conta Jotabê Medeiros Em seu escritório na região da Avenida Berrini, em São...

Bartô Galeno: o ídolo gentil das multidões

Unanimidade entre os fãs da música popular romântica, cantor e compositor citado e gravado por diversos cantores presentes nesta série, Bartô Galeno é tratado como rei por onde passa. Humilde, a voz macia e a cabeleira farta, é ainda um dos mais requisitados cantores de seu gênero, com uma agenda que pode chegar a cinco shows semanais. Aqui, acompanhado...

Mais um funkeiro assassinado. Até quando?

Em dez dias, mais um funkeiro é assassinado na Baixada Santista. Desta vez, foi MC Careca. Outro MC faz apelo no Twitter e diz que também foi ameaçado   Mais um funkeiro assassinado. MC Careca, batizado como Cristiano Carlos Martins, é a quinta vítima em 3 anos, a segunda em de dez dias. Ele foi executado a tiros dentro de um...

A voz do morto sussurra

Não sabemos bem qual é, mas deve haver um fio narrativo unindo as obras do cineasta carioca Eduardo Ades, que coloca em cartaz agora seu segundo documentário em longa-metragem, Torquato Neto - Todas as Horas do Fim, dirigido em dupla com o produtor musical também carioca Marcus Fernando. O primeiro filme foi Crônica da Demolição (2015), sobre a ascensão e queda do mitológico Palácio...

Gauleses Irredutíveis Merecem Aplauso

Um dia, Jack Holman, chefão da norte-americana Elektra Records (que revelou os The Doors, Stooges, MC5), propôs ao guitarrista da poetisa punk Patty Smith, Lenny Kaye, que arrecadasse canções que considerasse "magníficas" no imenso erário musical da gravadora. As canções, ideia de Holman, seriam editadas numa coletânea dupla contendo sortidos tesouros pop da Elektra. Tratava-se, em sua maioria, de...

Carlos André: a espera que vendeu um milhão de discos

Quando Carlos André resolveu gravar "Se Meu Amor Não Chegar", teve gente que o alertou: "Essa música é popular demais para o senhor". Colocaram a canção lá no lado B de um compacto duplo. Em poucos dias, tornou-se sucesso que fez o disco sumir das prateleiras. O hino do homem que sofre à mesa de um bar é até...

Ney Matogrosso e o ódio à política

A direita brasileira está em polvorosa com o vídeo do cantor Ney Matogrosso criticando os governos do PT. Ele é parte de uma entrevista para a emissora RTP, a mesma em que o ex-presidente Lula criticou o Judiciário brasileiro pelo julgamento do mensalão. Vejam o trecho reproduzido por diversos usuários do YouTube: http://youtu.be/DqJ0kF1_oL0 Ney Matogrosso, que foi a Portugal...

…Dora que amava Lia que amava Léa que amava Paulo que amava Juca…

Era uma vez a família Rabello, histórica para a música popular brasileiro. O grande Raphael Rabello (1962-1995), violonista virtuose, era irmão da compositora e cavaquinista Luciana Rabello, de João Bosco Rabello e de Lila Rabello. Clara Nunes (1943-1983), uma das maiores cantoras de nossa história, era esposa de Paulo César Pinheiro, um de nossos mais ferinos e cortanttes compositores. Paulo César era casado com...

O ódio de Bethânia

Ela diz que é uma carta de amor. Trata-se, de fato, do único momento vibrante de um álbum de modos menores, por vezes depressivos, que a cantora batizou "Oásis de Bethânia". Em seu novo disco, a baiana Maria Bethânia reservou para o quase final a faixa "Carta de Amor", escrita por ela sob melodia do compositor de sambas de...