domingo, maio 22, 2022

‘Hamlet: 16 x 8’: ser ou não ser Boal

Rogério Bandeira no monológo 'Hamlet: 16 x 8'
Hamlet: 16 x 8, monólogo interpretado por Rogério Bandeira, pode enganar por seu título que remete a uma das peças mais célebres de William Shakespeare. Na verdade, ela é sobre Augusto Boal, diretor e dramaturgo que imortalizou o Teatro de Arena e se tornou mundialmente conhecido por fundar o Teatro do Oprimido. E é também sobre o próprio Bandeira,...

Teatro lambe-lambe: as histórias encaixotadas

Teatro lambe-lambe: cena de "Isto não É uma Caixa", do grupo Girino
Era 1989 e a cearense Denise di Santos e a baiana Ismine Lima decidiram inventar um novo gênero artístico fundindo outras artes tradicionalíssimas: a fotografia e teatro. Criaram o teatro de caixa, o miniteatro, a caixa mágica ou, pelo nome mais conhecido, o teatro lambe-lambe (em referência ao fotógrafo ambulante que levava sua câmera para jardins, praças e feiras)....

‘Por que não vivemos?’ estreia em São Paulo

Peça Por que não vivemos
Anton Tchecov inovou na arte dramática com peças como A gaivota (1896), Tio Vânia (1899), As três irmãs (1901) e O jardim das cerejeiras (1904). Um dos maiores contistas da literatura mundial, o escritor russo levou para o palco o singular fluxo da vida, tal como ela é, sem ações mirabolantes, enredos intrincados ou viradas de cena de tirar...

Performance La Bête (O Bicho) está de volta

Performance La Bête
Alvo do fundamentalismo religioso à brasileira em 2017, La Bête será reapresentada em São Paulo pela primeira vez, em duas sessões, no dia 10 A performance La Bête (O Bicho), do bailarino e coreógrafo Wagner Schwartz, tinha 12 anos quando foi tomada de assalto pela reação de lideranças religiosas e forças políticas conservadoras a um fragmento jogado na internet de...

Big shoot estreia no Sesc Belenzinho

Big Shoot é uma peça em cartaz no Sesc Belenzinho,, até 11 de novembro.
O dramaturgo Koffi Kwahulé (1956), da Costa do Marfim, tem mais de 30 peças publicadas, traduzidas em dezenas de línguas e montagens delas em países da Europa, da África, dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália e América Latina. Big Shoot, texto de 2000, estreia em São Paulo, dentro do especial que o Sesc Belenzinho realiza em sua homenagem. A...

‘A Lista’, com Lilia Cabral, faz a crônica da pandemia

Cena da peça 'A Lista', com Lilia Cabral e sua filha Giulia Bertolli
Muito se falou sobre o processo criativo dos artistas durante a pandemia. As dúvidas pairavam sobre o que resultaria da cultura quando a arte do encontro permanecesse suspensa. Num Brasil com um governo que é inimigo da classe artística, e onde produtores culturais chegaram a passar fome, o futuro parecia tenebroso. A tão esperada retomada está acontecendo, e a...

Farol de Neblina, a websérie teatral

Websérie teatral Farol de Neblina
Em janeiro e fevereiro de 2020, a peça Neblina ficou em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte, e a previsão seria circular pelas unidades de São Paulo, Rio e Brasília. Mas aí veio a pandemia. A solução foi readaptar o texto inédito do dramaturgo Sérgio Roveri para uma websérie teatral de quatro episódios (de 18...

O Camareiro, com Tarcísio Meira, reestreia em São Paulo

Peça O Camareiro, com Tarcisio Meira
Tarcísio Meira tinha 80 anos quando deu vida a Sir, o personagem de um veterano ator que quer interpretar novamente Rei Lear, um dos personagens mais complexos de William Shakespeare. Para isso, conta com a ajuda de Norman, seu fiel camareiro, que não só se preocupa com a saúde de seu patrão como lhe ajuda a manter a pé...

FarOFFa: A MITsp do B

Cena da Mostra FarOFFa
Em paralelo à MITsp, será realizada a primeira mostra FarOFFa, com mais de 40 espetáculos de teatro, dança e performance. Essas montagens toparam a proposta das produtoras Corpo Rastreado e Périplo de fazer parte de um festival de artes cênicas que concorre em atenção e tempo com a Mostra Internacional do Teatro de São Paulo. Nos seis dias da mostra...

A leveza do berro sem limite para o risco

Júlia Emília em sessão de autógrafos de "Quitéria e Inês". Foto: divulgação
A dramaturgia de Júlia Emília é marcada por uma entrega rara. A própria artista carrega em si o talento de transformar a própria dor em força e dar voz a personagens tão interessantes quanto, infelizmente, desconhecidas. Assim é em "Quitéria e Inês" (Quintal Edições, 2019), seu mais recente livro-peça – que encerra a trilogia iniciada com "Meninilha" (2012) e...