sábado, julho 13, 2024

Exposição “Flores de Obaluaiê”, de Miguel Veiga, foi aberta ontem

Ao lado do Procurador-Geral de Justiça Eduardo Nicolau, o artista plástico Miguel Veiga fala durante abertura da exposição "Flores de Obaluaiê". Foto: CCOM/MPMA
Com 19 peças, entre pintura e escultura, exposição fica em cartaz até 1º. de julho, no Espaço de Artes Ilzé Cordeiro, no Centro Cultural do Ministério PúblicoBiba, gilete, fresco, gay, saboeira, perobo, qualhira, viado, bicha louca, franga, boiola, incubado. Estas são algumas expressões pejorativas em geral usadas para se referir à população LGBTI+. As expressões são ressignificadas pelo artista...

O firmamento de Walter Firmo

A foto que o fotógrafo Walter Firmo fez em 1967 do compositor, flautista e saxofonista Pixinguinha, refestelado numa cadeira de palha, abraçado ao seu saxofone, é uma das mais famosas imagens da música em todos os tempos e vai seguir sendo. Mas não é o ângulo preferido do autor.A mítica foto de Pixinguinha é só uma das centenas de...

Expedycto Lyma, realizador de cinema e sonhos

O homenageado Expedycto Lyma na abertura da Ocupação. Foto: divulgação
“Cinema é sonho” e “Teatro é cultura, e a sua atenção, vale ouro” são duas frases marcantes que lemos em um documentário curta-metragem de divulgação da Ocupação Expedycto Lyma, em cartaz desde o último dia 20 de abril até o próximo 31 de julho, no Centro de Memória do Circo (ou Museu do Palhaço), na Galeria Olido (Av. São...

Exposição Abdias Nascimento, o pássaro Sankofa

Recorte da obra Okê", em que Abdias do Nascimento recria a bandeira brasileira -
Pai e filho param em frente à terceira obra da Mostra Abdias Nascimento: Um artista Panamefricano, em cartaz do Museu de Arte de São Paulo (Masp). O homem pergunta à criança se ela quer que lhe conte sobre a pintura. Ela afirma que sim. Com aquele tom paternal de quem domina os conhecimentos do mundo aos olhos da cria,...

A (enfim) exposição fotográfica da Semana de 22

Casa Guilherme de Almeida
Com o nome A Exposição de Fotografia Que Não Aconteceu na Semana de 22, a Casa Guilherme de Almeida reúne um acervo iconográfico que se encontrava espalhado em acervos, bibliotecas e coleções particulares e públicas. Inaugurada no dia 12 de março, a exposição é composta de painéis que ficarão na área externa da casa e é preciso agendar a...

As visões da família Cravo

Mario Cravo Neto (1947-2009) captou registros de representações religiosas e culturais da Bahia de uma forma plástica pouco igualada na fotografia contemporânea, aproximando o espectador não somente de um conceito de fé e antropologia, mas também uma percepção única de humanidade. Seu legado (foi um dos primeiros fotógrafos brasileiros a ser disputado por coleções e instituições internacionais) vai além de uma...

O centenário de Paulo Freire

Paulo Freire
Mais de 11 milhões de brasileiros não sabem ler e escrever. O tamanho da trágica desigualdade é ainda maior, segundo alguns recortes, para os acima de 60 anos, entre pretos e pardos, e na região Nordeste. Poderia ser bem diferente se o governo militar, em 1964, não tivesse engavetado o Plano Nacional de Alfabetização, inspirado no revolucionário método de...

São Paulo exibe a última exposição de Lee Perry

Neste sábado, 4 de setembro, a partir das 10 horas da manhã, em São Paulo, na abertura da 34ª Bienal de São Paulo, no Ibirapuera, os brasileiros terão a oportunidade única de ver a última exposição do mago do dub e do reggae, o produtor, músico e artista visual Lee "Scratch" Perry, que morreu no último dia 29 de...

Sueli Carneiro e a árvore da sabedoria

Depois da escritora Conceição Evaristo, o Itaú Cultural segue resgatando uma dívida histórica com mulheres negras cujos trabalhos, atos e reflexões fundamentam a luta contra a silenciosa (e também a ruidosa) segregação racial brasileira; neste sábado, dia 28, abre-se a Ocupação Sueli Carneiro, uma mostra presencial de grande importância simbólica. São mais 140 peças, de fotografias a documentos do arquivo...

João de Deus volta às telas

O artista plástico João de Deus e parte das telas expostas em "Delírios da quarentena". Foto: Zema Ribeiro
Após mais de 20 anos sem pintar, o artista plástico João de Deus, professor aposentado do departamento de Artes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), inaugurou hoje (19), a exposição “Delírios da quarentena”, com 22 telas expostas no Centro Cultural do Ministério Público do Maranhão (Rua Oswaldo Cruz, 1396, Centro) e 45 na sede da Procuradoria Geral de Justiça...