cabeça de nego *

estou devorando, estarrecido, o livro "cabeça de porco" (objetiva, 2005). como já citei de raspão antes, foi escrito em parceria por luiz eduardo soares (que é antropólogo, cientista político e filósofo e foi subsecretário de segurança pública do estado do rio de janeiro), mv bill (rapper carioca) e celso athayde (empresário de hip hop e co-fundador da central única...

queremos colo

e eu fui, pela primeira vez na vida, a um show do fábio jr. não sei se isso soa esquisito, mas devo confessar que várias músicas do cara marcaram minha infância/adolescência, e elas me parecem ótimas até hoje. "20 e poucos anos", "pai", "quero colo" (1979), "seu melhor amigo" (do guilherme lamounier!), "eu me rendo" (1980), "hei cara" (1981),...

esses caras

putzgrila. eu noticiei as desavenças, na época em que a velha coluna "ruído" ainda existia, pois agora também quero ter a honra de noticiar a reconciliação! é que, parem as máquinas!, recebo por intermédio da biscoito fino (alô, incansável julio moura!) um recado de jards macalé, dando conta de que é encerrada sua animosidade com caetano veloso, que durava...

maria modernista

juro que não sei direito o que saiu nos jornais sobre o novo show da maria bethânia, em termos de crítica. mas sei que tenho ouvido horrores sobre esse show. cada comentário é mais destruidor que o outro (pois é, o que se fala sobre a arte aqui no mundo real muitas vezes é muito mais cruel do que...

carrão, tatuapé, rebouças, londres, rocinha, cidade de deus…

quer entender em que grau as coisas andam todas se misturando? então tente me acompanhar - admito, é meio complexo, cheio de saliências e reentrâncias...a dupla tetine nasceu há cerca de uma década, na confluência das influências de bruno verner (antes roqueiro mineiro) e de eliete mejorado (antes atriz paulista de teatro). a partir da formação de um casal...

estrelinhas reloaded

ah, esqueci de perguntar no tópico anterior: ninguém aí vai comemorar nosso descolamento do fmi, nossa descida um degrau na escala involutiva da dependência? não? ah, é, esqueci, no brasil não se comemora notícia boa, né?

vendo estrelinhas (estrelas mudam de lugar)

alô, china, alô, mombojó. genial, genial, genial o del rey. roberto carlos visita o mangue beat, reginaldo rossi reencontra o rock'n'roll (alô, xico sá!), a bossa nova solta a franga num puteiro. estrelas mudam de lugar, ah, se mudam. e o show foi um baile, em todos os sentidos (mais detalhes na "carta capital" deste fim de semana, hehehe)....

barulho no brooklin: um samba para todos

vamos então falar um pouco sobre max de castro e seu novo disco, "max de castro". começo martelando pregos na parede da obviedade, a dizer que um disco é feito de muitos, muitos, muitíssimos elementos, dos quais provavelmente os dois principais devem ser a "música" e a "palavra". ponto. aos dois elementos.a música: silêncio no brooklin, silêncio no brooklyncorro...

sem pudor

olá, comadres e compadres.quero convidá-los a ler minha primeira reportagem de capa na "carta capital", chegando a partir de hoje às bancas de revistas. um dos motivadores do texto é o funk carioca. mas não só ele. porque agora tudo se mistura...

ruído

olha só que legal isso. cobrindo o festival roqueiro carioca independente "ruído" pelo site sobrecarga, andré mansur saiu em busca dos diretores artísticos (ar-tís-ti-cos, ouça bem) para ouvir deles o porque de suas honrosas ausências no evento (só compareceu carlos eduardo miranda, pela trama - mas, desconfio, pelo que sei do miranda, mais por ele mesmo que pela trama).na...