Por Favor, Sucesso!

(De São Paulo, Goiânia e Brasília – menos de Porto Alegre) A mais de três mil léguas submarinas, o telefone ringe: de Brasília, capital federal, a ligação soa em algum endereço incerto de Tapes, bucólico recanto irrigado pela Lagoa dos Patos. Peço por Marco Antônio Figueiredo, vulgo “Fughetti Luz”. Trata-se do pioneiro homem, que, pode-se pontificar, desferiu para...

O mochileiro da cultura pop

Uau, acabo de devorar "O Bisbilhoteiro das Galáxias - No lado B da cultura pop", livro de estreia do jornalista Jotabê Medeiros, crítico e repórter do jornal O Estado de S. Paulo. É uma pequena grande obra da literatura musical. É uma soberba lição de jornalismo para jovens que queiram seguir a profissão. E é, até onde sei, uma...

Scorpions, ou o estilo de uma banda ao pendurar as chuteiras

Mais uma banda cinquentona, só que desta vez esta promete desembarcar no Brasil. É o Scorpions, impedida pelos fãs de acabar, conta Jotabê Medeiros A mãe de Rudolf Schenker, guitarrista e fundador do Scorpions, queria que ele se tornasse eletricista na Siemens ou seguisse uma carreira nos Correios de Hanover, na Alemanha. Dona Schenker era dura na queda: obrigou o...

Eduardo Dussek, piada-piano-canção

  (Entrevista originalmente publicada no iG, no dia 30 de junho de 2011, aqui e aqui.)   O homem de fraque e cueca samba-canção conta piadas que fazem o público se torcer de rir. Está sentado ao piano e, entre uma blague e outra, canta músicas também divertidas. Poderia ser um show desses que estão na moda, de stand-up comedy (embora o humorista esteja...

O Rock in Rio e a morte da política

Amigo meu disse que o Rock in Rio simboliza a morte da política. Ele não desenvolveu, mas achei a ideia intrigante e resolvi aprofundar. Estive lá no final de semana (o Rock in Rio recomeça nesta quinta-feira, 24/9) e colhi amostras para análise. Primeiro, devo advertir que não sou um hater por vocação, não falo mal por impulso ou para...

Neo-indie-MPB à deriva

Participei da festa de inauguração do mais novo teatro de João Pessoa (PB), o Pedra do Reino, um belíssimo teatro que já é um dos maiores do país, com capacidade para cerca de 3.000 pessoas. Sabe-se lá por qual erro da equipe de gestão cultural, a festa de inauguração começou com a apresentação de um espetáculo de dança de um...

30 anos sem Raul. O testemunho de Leno

        Um dos maiores ídolos da Jovem Guarda brasileira nos anos 1970, o cantor e compositor potiguar Leno faz um show inédito no Imperator, no Méier, Zona Norte do Rio, às 16 horas desta quarta, 21 de agosto. No palco, Leno promove um passeio por uma época dourada da música jovem brasileira. Também encena um reencontro insólito: após 49 anos, ele...

O roqueiro do eixo

O autor de "Me Chama" (1984), "Corações Psicodélicos" (1984), "Decadence avec Élegance" (1985) e "Vida Louca Vida" acaba de lançar mais um "Blá Blá Blá", ops, uma música, chamada "Eu Não Vou Deixar". A canção vem acompanhada de texto-bula, no qual Lobão procura explicar a si mesmo: "A unidade é o indivíduo e sem o florescimento integral de cada indivíduo, teremos, invariavelmente, uma...

A freeway que leva ao Paraíso

A van saiu de Montevidéu na noite de quinta-feira, 11, com 10 homens dentro: sete músicos, dois motoristas para revezamento de direção e um técnico de som. A viagem durou 26 horas e atravessou 1,7 mil quilômetros desde os pampas uruguaios e gaúchos até as lavouras do Norte do Paraná. A van trazia a banda uruguaia Buenos Muchachos para tocar...

Leonard Cohen e o teto do abismo

Leonard Cohen, Tom Waits, Gil Scott-Heron, Lou Reed, Johnny Cash: algumas vozes, na música popular, soam diferentes de outras, como se não existissem para preencher um espaço na canção, mas para usar a canção como um espaço de sua autoridade, tornando-a um território sagrado. Não só pela guturalidade, pela aparição tonitruante, pelo grave cerimonial, mas pela própria presença física...