segunda-feira, novembro 18, 2019

A superlua me traiu

"Meu amor, arrume as malas que vou viajar/ tchau, goodbye pra você/ Nova York, Cuba, Tóquio, pra qualquer lugar/ bem longe de você." Cantados por Joelma na Banda Calypso, esses versos de Beto Caju e Edu Luppa na deliciosa "Tchau pra Você" (2005) sempre soaram intrigantes para mim. Se quem ia embora era ela, Joelma, por que ele, Chimbinha, é que tinha que arrumar as malas? A crise afetiva que...

Chão de estrelas

Em alguns lugares, ouvi ou li que esta Virada Cultural foi um fracasso. Pouca gente pela rua, espetáculos esvaziados, problemas de estrutura. Uma grande bobagem. A Virada Cultural de 2015 me lembrou as duas primeiras versões da Virada, em 2005 e 2006. Famílias inteiras pelas ruas, rolezinhos de amigos aos borbotões, arrastões que não chegaram aos dois dígitos, banheiros...

Tonny Cajazeira, o astro que você precisa conhecer

Sim, um astro brasileiro que você nunca ouviu falar. E nem adianta tentar reconhecer o nome ou a foto. É melhor se segurar onde está sentado porque vamos para a zona rural de uma pequena cidade no Estado do Maranhão. E, como chegamos lá, já tenho a sua licença para falar sobre a vida desse tal astro que você...

Rádio Farofa: todo mundo gosta de acarajé

A baiana arretada Cynara Menezes lembrou que 25 de novembro é dia da baiana de acarajé. FAROFAFÁ ficou com fome e resolveu reunir alguns quitutes musicais baianos - e outras milongas mais. 1. Carmen Miranda e Dorival Caymmi, "A Preta do Acarajé" (1939) - Na versão original do standard gastronômico-musical de Caymmi, a falsa baiana chama o autor para o contracanto. 2. Gal Costa, "Vatapá" (1976) - 37...

Acácio, o invisível

Nem chegou a meia-noite na sede do G.R.E.S. Acadêmicos da Rocinha, no sábado, 21 de setembro, e a casa já está lotada. Mais tarde vai ter show de forró com a banda Gatinha Manhosa, com quase duas décadas de estrada e comandada pelos veteranos Edson Lima (irmão de Batista Lima da Limão com Mel) e Angela Espíndola. Só que a ampla maioria do público, principalmente os...

Forró, de Gonzagão a Safadão

Recentemente passei um mês de férias no sertão de Pernambuco, mais especificamente em Salgueiro, situada a mais de 500 km do litoral e onde duas obras de infraestrutura se cruzam, a ferrovia Transnordestina e a transposição do rio São Francisco. A economia local está fervendo: shopping center recém-inaugurado, lojas Americanas, mercado imobiliário na estratosfera. Mas não só. Não é...

Cantar como um passarinho

FAROFAFÁ faz uma provocação ao maluco que inventou que não gosta do canto da sabiá. Quem é que não gosta de... forró? Rock'm'roll? MPB? Pop? Soul? Axé? Soul? Samba? Música caipira? Música?... Vida?... (Leia mais sobre o canto da sabiá aqui.) 1. Luiz Gonzaga, "Sabiá" (1959) - Esta é a segunda gravação do "a todo mundo eu dou psiu!" pelo pai pernambucano da...

Música decadente brasileira?

A música brasileira está decadente – sans élégance. Difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido uma frase como essa. Refine o gênero, e as frases continuarão a fazer sentido para muitas pessoas. O funk, o sertanejo, o forró, o pop, todas as músicas consumidas pelas massas não prestam. Um estudo acadêmico parte do forró eletrônico, ouvido à exaustão em todo...

Dominguinhos: o mundo é uma bola

Segue abaixo um apanhado de clássicos e raridades do sanfoneiro e compositor pernambucano Dominguinhos, morto em 23 de julho, em vozes como as de Gal Costa, Marinês e Anastácia, de Gilberto Gil, Chico Buarque e Emílio Santiago - e, no final, duas "faixas bônus" de herdeiros musicais do herdeiro musical de Luiz Gonzaga. 1. A Cor do Som, "Abri a Porta" (1979) - depois do sucesso da parceria de "Lamento...

Alceu Valença está vivo :-)

"No breu da noite a luz de um vagalume azul piscou, brilhante, no breu/ se aproximou da estrada, iluminando a estrada, era um imenso balão/ um objeto veloz virava estrelas e sóis e vagalume-balão/ virando estrelas e sóis, passou veloz sobre nós o objeto-clarão."  O lirismo pop dos versos de "Estrelas Somos Nós", rara parceria entre Alceu Valença e Dominguinhos, só ficou...