sexta-feira, setembro 20, 2019
Home Política cultural

Política cultural

O barco pirata aporta em Paraty

O editor Cauê Ameni foi um dos idealizadores da primeira edição da Flipei - Festa Literária Pirata das Editoras Independentes. Uma de dezenas de iniciativas paralelas à edição 2018 da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), a Flipei causou algum ruído na cidade colonial litorânea fluminense, por concentrar ao redor do barco ancorado à margem do rio Perequê-Açu um ideário e...

O fim de feira da Cultura

Governo sem passado e sem futuro eleitoral, gestão Temer vai ganhando contornos de balcão de negócios e agência de turismo No 1º de maio, Dia do Trabalho, o ministro da Cultura do governo Temer, Sérgio Sá Leitão, viajou para Lisboa. Teria um encontro no dia 2 com o embaixador do Brasil em Lisboa, Luiz Alberto Figueiredo Machado. Evidentemente, para conversar...

A nossa saga cabocla

Cena 1: A CRUELDADE As patas da besta frequentam Porto Alegre (RS) na semana histórica do dia 24 de janeiro de 2018. A crueldade é a prova dos nove na cidade de onde o borjense Getulio Vargas partiu em 1930 para fazer uma revolução mista autoritário-trabalhista e tomar o poder dos territórios tupis-guaranis ao norte. A operação de guerra peemedebista-tucana-direitoextremista está montada sobre...

O golpe dos burros

Burros ou inteligentes? Não está evidente na cabeça de ninguém, nem dos próprios golpistas, nem do sociólogo Jessé Souza, que ora define como inteligente, ora como burro o golpismo popular brasileiro que nos governa folgadamente neste início de 2018, sob nossa assustadora apatia. Jessé é um intruso nas listas dos autores mais vendidos no Brasil em 2017 no setor de não-ficção, oligopolizado...

A revolução mora ao lado

Ninguém está vendo a revolução. Ela acontece a poucos metros do posto de trabalho de Michel Temer e do Congresso Nacional sitiado pelas bancadas da bala, da Bíblia, do boi. Com entrada franca, o território livre (e totalmente cercado por grades) se chama Favela Sounds. Planta-se na Esplanada dos Ministérios, entre a catedral católica e o Museu Nacional de Brasília,...

“A revolução será uma mulher negra”

Tão jovem quanto a maioria dos artistas que selecionou, o antropólogo periférico brasiliense Dennis Novaes conta sobre suas vivências com a favela e com o Favela Sounds. Sua produção intelectual, expressa por enquanto na dissertação de mestrado Funk Proibidão - Música e Poder nas Favelas Cariocas, está disponível na íntegra aqui. Pedro Alexandre Sanches: Vamos começar explicando quem você é? Dennis Novaes: Então, meu nome é Dennis...

Mais dois dedos de prosa sobre “Caravanas”

a) Em "Blues pra Bia", segunda canção do álbum Caravanas, o velho Chico Buarque faz um avanço tímido sobre a pansexualidade que é marca identitária das novas gerações, talvez de todas as gerações que fazem a grande caravana chamada humanidade, às vezes mais dentro dos armários empoeirados, às vezes mais fora deles. O velho narrador está paquerando uma jovem menina, imagino que...

Estados Unidos do Mato Grosso

Era uma vez o Mato Grosso, que a ditadura dos Estados Unidos do Brazil decidiu fatiar em duas metades, instituindo, em 1º de janeiro de 1979, o estado do Mato Grosso do Sul. Na parte sulista dos Matos Grossos desembarquei em 27 de julho de 2017, para participar como observador convidado do 18º Festival de Inverno de Bonito, evento multicultural sediado numa estância...

Jornalismo cultural em CoMa

Chamou-se Convenção de Música e Arte, sigla CoMa. Aconteceu em Brasília, Capital do Golpe, entre 5 e 7 de agosto de 2017. Pareceu propício o nome, pelo número assombroso de instituições que, no Brasil pós-golpe, se encontram em estado de coma. De torpor. De anestesia. De ataque epiléptico. De catatonia. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=S_mlvNeV5QI?ecver=1] Fui convidado para estar na mesa "Além da crítica cultural",...

Ventando contra a corrente

Era um festival musical como qualquer outro, mas com algumas peculiaridades. A terceira edição do independente Vento Festival aconteceu entre 15 e 18 de junho no centro algo desvalorizado da cidade litorânea paulista de São Sebastião, o que amplificou e democratizou o alcance de público em relação às duas edições anteriores. Até 2016, o festival acontecia na elitizada ilha-município vizinha...