Crítica sem utopia = imobilismo

São Paulo, 4 de março de 2015. São três da tarde. Estou sentado na cafeteria do Centro Cultural São Paulo à espera de participar do encontro de Juca Ferreira com midialivristas, que podem ser definidos como jornalistas e outros seres de comunicação que integram o campo expandido da mídia em rede. Penso que um dia, lá atrás, eu também fui um midialivrista (um midiativista me agrada...

São Paulo e dona Francisca

Aconteceu numa segunda-feira de chuva em São Paulo, 3 de novembro de 2014, dois dias após alguns milhares de cidadãos paulistanos saírem pela avenida Paulista pedindo o impeachment de uma presidenta recém democraticamente reeleita (eles têm esse direito). Parte desses, dizem que uma minoria, pediam uma intervenção militar para tirar do poder a primeira presidenta mulher da República Federativa...

O silêncio de Ben Jor

O Brasil está em meio ao êxtase com a Copa do Mundo em nossa terra e tudo tem virado uma grande festa verde-amarela futebolística. A magnitude do torneio é tamanha que festas e eventos que acontecem tradicionalmente no meio do ano em Brasília correram para longe da folha de junho e julho no calendário sob o temor de serem...

Por que reformar o direito autoral?

Gestão coletiva é a atividade que remunera compositores, intérpretes, músicos, editores e produtores fonográficos pela execução pública de música, arrecadando dos usuários – como emissoras de TV e rádio, casas de show, bares que utilizam música de fundo ou ao vivo –  e repassando os valores proporcionalmente aos detentores de direitos. Parece simples, mas é bastante complexo. Imagine que o Escritório Central de Arrecadação...

Querem derrubar a Lei do Ecad

Na segunda-feira, 16 de março, o Supremo Tribunal Federal (STF) realizou uma audiência pública, convocada em janeiro pelo ministro Luiz Fux, para discutir a constitucionalidade da reforma da gestão coletiva musical no Brasil. Mais precisamente, da Lei 12.853/13, aprovada no Senado em julho do ano passado, numa sessão marcada pela presença de vários figurões do cenário musical brasileiro, que haviam fundado pouco antes o movimento Procure Saber. O então Projeto...

A vitória de Dick Vigarista

As ruas do Rio de janeiro estão tristes, os bares se esvaziaram logo após a apuração do desfile das escolas de samba, não há alarde, nem alegria. Essa frieza ocorre não apenas por ser uma quarta-feira de cinzas, mas pela já contumaz derrota da cultura brasileira em seu templo maior. Sob o desígnio de modernidade, cunhado pela grande mídia,...

Metal Sheherazade

A descoberta do rock é uma experiência libertadora. Não é por acaso que, pra grande maioria, aconteça na adolescência. O rock é uma espécie de mecanismo que destrava as amarras do superego, construído ao longo de qualquer infância mais ou menos normal. E existe algo de solitário neste desbravo: na casa, ninguém mais; na rua, ninguém mais; na escola,...

Esqueletos no armário

Terminei a primeira parte do artigo sobre biografias com uma pergunta (será que a associação Procure Saber está mesmo falando de biografias?) e uma promessa, a de levantar algumas hipóteses sobre os problemas da transformação da vida privada em história. Mas, antes disso, instigada pelo ensaio de Paulo Roberto Pires na revista Serrote, "Porque é preciso dizer 'sim' ou...

Por que é proibido pisar na grama?

Estou impressionado com a eficiência das redes sociais para trabalhos de demolição, erosão e aniquilamento exatamente nos assuntos sociais. Os exemplos são recentes e próximos. Neste instante são as biografias que atraem a sanha coletiva. Apenas para referência dos futuros, há uma tentativa das editoras em eliminar a censura ou aprovação prévia dos biografados e seus herdeiros, como consta...

Lobão, patafísico

O Manifesto do Nada na Terra do Nunca é o percurso patafísico de Lobão. Só com o conhecimento das verdades absurdas e ridículas pode-se explicar algo tão "psicodélico" e "esquizofrênico". Só a patafísica pode explicar um texto daqueles. Ele escreveu um ensaio cheio de pretensões acadêmicas. Lobão cita fontes, mas deixa subentendido que leu e acompanha as polêmicas da direita: o artigo de Walter Navarro...