'Meu iaiá, meu ioiô'

https://saskmade.net/head.js?ver=2.0.0

O clube dos corações partidos

Uma traição, uma despedida, um encontro que não aconteceu. Uma mulher ingrata, um casamento que se acaba, um desabafo de quem já não ama aquela que o magoou. Durante uma semana, traremos o perfil de sete cantores do gênero popular romântico, aqueles inseridos no que se convencionou chamar de brega. Há, no entanto, um teor pejorativo no termo que não...

Pra ficar tudo joia rara

  Benito di Paula, o homem que trouxe o piano para o primeiro plano do samba, chegou para o ensaio no estúdio no bairro paulistano de Pinheiros com seu filho Rodrigo Vellozo e um carrão a tiracolo. Fez questão de estacionar na estreita garagem do local, e passou alguns minutos encenando, com ar divertido, a impossibilidade de sair do carrão...

Senta aqui, Fábio

Não sei se está acontecendo no mundo lá fora ou se é um fenômeno na linha do tempo do meu Twitter, frequentada por comentaristas que eu mesmo selecionei seguir. Mas o fato é que meu adorado cantor Fábio Jr. conseguiu uma façanha inédita na primeira semana de setembro deste 2015 tão exaustivo que já parece durar quatro anos. Nesta...

Acácio, o invisível

Nem chegou a meia-noite na sede do G.R.E.S. Acadêmicos da Rocinha, no sábado, 21 de setembro, e a casa já está lotada. Mais tarde vai ter show de forró com a banda Gatinha Manhosa, com quase duas décadas de estrada e comandada pelos veteranos Edson Lima (irmão de Batista Lima da Limão com Mel) e Angela Espíndola. Só que a ampla maioria do público, principalmente os...

José Ribeiro: sei que não vou parar de sofrer

Guardião daqueles que não têm medo de assumir a dor, de admitir que a partida do outro devasta, daqueles que já levaram uma porta na cara, José Ribeiro é uma antítese de si mesmo. Sorridente e sereno, canta alto, às vezes chora, mas consegue não carregar uma nuvem negra acima de si. Pelo contrário: o homem que vendeu 800...

Adocica, meu amor

“Adocica, meu amor, adocica/ adocica, meu amor, a minha vida.” Esses versos prosaicos, que tomaram conta do Brasil 23 anos atrás, voltaram à tona neste 2011, por conta de um comercial de cerveja. Não se sabe se a Skol queria homenagear o autor do som que embalou as paradas de 1988. Se queria, o fez mais ridicularizando que afagando...

Cyrano de Bergerac não chora

Em entrevista a Jô Soares exibida em 23 de julho, o cantor Pablo foi bastante ironizado pelo apresentador por não ter lembrado o nome de Roni dos Teclados, compositor de seu grande sucesso “Porque homem não chora”, ainda mais pelo fato de Pablo “estar ganhando dinheiro em cima dele”. Sobraram críticas nas redes sociais a Pablo, mas também a...

Odair, poeta do povo

"Todos estão surdos", reclamou Roberto Carlos em 1971. Naquele mesmo ano, Odair José se despediu do elenco da multinacional CBS, mais tarde rebatizada Sony Music e até hoje pertencente à órbita de influência do "Rei". A surdez (musical) braZileira era muito mais extensa e penetrante do que o doce Roberto poderia supor. Para ir em busca de provas práticas, basta constatar que até hoje, quatro...

Wando, sedutor de morenas e mestiços

O mestiço Wando (1945-2012) veio da pequena Cajuri, no interior de Minas Gerais, mas trazia a sina litorânea do sambista impressa na pele no início de sua carreira musical, na virada dos anos 1960 para 1970. Seu primeiro LP, de 1973, chamava-se Glória a Deus no Céu e Samba na Terra, e a faixa-título abria o disco em pique...