quarta-feira, setembro 18, 2019

O lado B da Copa do Mundo

Enfim foi relevada a intérprete brasileira para a música-tema da Copa do Mundo no Brasil. É a cantora Claudia Leitte, nascida no Rio, mas que abraçou a música baiana. Ela e dois nomes estrelados da música mundial, o rapper Pitbull e a cantora e atriz Jennifer Lopez, vão cantar "We Are One (Ole Ola)". A música é uma legitima representante...

As Vozes do Brasil

Quinta-feira é dia de encontro marcado com "The Voice Brasil", certo? Errado, tremendamente errado. Pelo menos não hoje, não para quem está em São Paulo e muito menos para quem tem vontade de conhecer de perto o que há de mais criativo, inovador e generoso da música brasileira deste início de século. A 3ª edição do Terruá Pará na...

Rádio Farofa: a felicidade não existe?

RÁDIO FAROFA convida para um pequeno passeio pela discografia de Odair José e adjacências.   1. Diana, "Vida Que Não Para" (1978) - uma das canções mais otimistas (e fofas) de Odair, de 1972, na versão de sua esposa e colega de estrelato nos anos 1970. 2. Zeca Baleiro, "Eu, Você e a Praça" (2006) - versão arrasa-quarteirão da balada de 1973 por um fã (e mais...

Odair, poeta do povo

"Todos estão surdos", reclamou Roberto Carlos em 1971. Naquele mesmo ano, Odair José se despediu do elenco da multinacional CBS, mais tarde rebatizada Sony Music e até hoje pertencente à órbita de influência do "Rei". A surdez (musical) braZileira era muito mais extensa e penetrante do que o doce Roberto poderia supor. Para ir em busca de provas práticas, basta constatar que até hoje, quatro...

Acácio, o invisível

Nem chegou a meia-noite na sede do G.R.E.S. Acadêmicos da Rocinha, no sábado, 21 de setembro, e a casa já está lotada. Mais tarde vai ter show de forró com a banda Gatinha Manhosa, com quase duas décadas de estrada e comandada pelos veteranos Edson Lima (irmão de Batista Lima da Limão com Mel) e Angela Espíndola. Só que a ampla maioria do público, principalmente os...

Augusto César: o operário do amor

Voz com timbre de galã, sorriso largo e um icônico corte de cabelo transformam Augusto César em um dos mais marcantes cantores da música popular romântica de sua geração. Último artista trazido nesta série que termina hoje, ele esteve no topo das FM populares, durante o fim dos anos 80, com o hit "Escalada". Agora, o cantor dribla as...

José Ribeiro: sei que não vou parar de sofrer

Guardião daqueles que não têm medo de assumir a dor, de admitir que a partida do outro devasta, daqueles que já levaram uma porta na cara, José Ribeiro é uma antítese de si mesmo. Sorridente e sereno, canta alto, às vezes chora, mas consegue não carregar uma nuvem negra acima de si. Pelo contrário: o homem que vendeu 800...

Genival Santos: a gramática correta do amor

Em meados dos 70, boa parte do Brasil cantou com ele a música-denúncia "eu lhe peguei no fraga", um dos muitos sucessos que Genival Santos registrou em 28 discos. Com cinco milhões de LPs vendidos, ele simboliza um momento áureo da indústria fonográfica brasileira, no qual discos de ouro eram tão comuns quanto o não enriquecimento de ídolos populares. O...

Carlos André: a espera que vendeu um milhão de discos

Quando Carlos André resolveu gravar "Se Meu Amor Não Chegar", teve gente que o alertou: "Essa música é popular demais para o senhor". Colocaram a canção lá no lado B de um compacto duplo. Em poucos dias, tornou-se sucesso que fez o disco sumir das prateleiras. O hino do homem que sofre à mesa de um bar é até...

Roberto Müller: O bolero em tempos de YouTube

O Romântico Pingo de Ouro do Brasil, como era chamado por Chacrinha, é o intérprete de uma das canções mais icônicas de nossa música popular, aquela que nos sugere: tem dor que só se cura em mesa de bar. Se ali ele podia beber uma cerveja para esquecer, agora, com a saúde fragilizada, resta-lhe cantar - o que continua...