"Bem Antes" - capa/ reprodução
"Bem Antes" - capa/ reprodução

Em Bem Antes, seu novo álbum – apenas o quarto em 15 anos de carreira – o cantor e compositor Paulo Carvalho opta por um formato mais enxuto, intimista, se comparado com Carvão (2018), o anterior.

É a primeira vez que o artista assina a produção do próprio trabalho – com André Lima (piano, synths, hammond, violões, cravo, metalofone e backing vocals), seu parceiro em todas as faixas, e coprodução de Régis Damasceno (baixo, violões e backing vocals), do Cidadão Instigado. A banda base do disco se completa com Maria Cella (programações e baixo) e Giulle Salort (bateria). A eles somam-se Bruno Serroni (violoncelo em “Ponto Cego” e “Asas”), Bruno Buarque (bateria e percussão em Ponto Cego”, “O Que Eu Sei”, “Todo Amor É Um Invento” e na faixa-título) e Igor Caracas (bateria e percussão em “Asas”, “Sonho Bom” e “Dias A Mais”).

A faixa que abre e dá título ao novo álbum é uma balada romântica sobre um desencontro amoroso. “Por fim o fim chegou bem antes/ sem chance de lhe falar das coisas realmente importantes”, começa a letra.

Apesar de curto – menos de 25 minutos – o álbum é iluminado por lampejos poéticos. “Todo Amor É Um Invento” é uma joia: “Todo amor é um invento/ quando acende o firmamento/ entre erros e acertos/ só dá certo em um por cento”, canta, apenas aparentemente desiludido com o amor. “Todo amor é um invento/ guarde isso em segredo”, recomenda.

“Borbulhando sensações”, outra expressão contida na letra, é uma possível síntese do álbum, que contém em suas sete faixas algumas candidatas a hits radiofônicos. Que as rádios brasileiras não guardem isso em segredo.

Serviço: Paulo Carvalho lança Bem Antes em show hoje (18), às 20h, no Sesc 24 de Maio (R. 24 de Maio, 109, República, São Paulo). Os ingressos custam entre R$ 15,00 e 50,00.

*

Ouça Bem Antes:

PUBLICIDADE

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome