O cantor brasileiro que se mantém em atividade há mais tempo – começou a carreira ainda criança, nos anos 1950, na Rádio Cachoeiro de Itapemirim (ZYL-9) – completa nesta terça-feira, 19 de abril, 81 anos de idade. E em pleno aquecimento para a estrada: Roberto Carlos inicia nesta sexta, 22, na FTX Arena de Miami (Flórida, Estados Unidos) uma turnê por 12 cidades norte-americanas. Começa na Flórida (também se apresenta em Orlando, no Amway Center), passa por Atlanta, Washington, Boston, Chicago, Nova York, McAllen, Dallas, Houston e El Paso (Texas) e termina a turnê no dia 21 de maio em Los Angeles, Califórnia (The Forum).

A pandemia levou Roberto a suspender continuamente turnês e seus cruzeiros marítimos nos últimos dois anos (como de resto todo o mundo da música). O último show postergado foi o de Goiânia, que seria realizado no dia 9 de abril. A retomada só veio mesmo após algum retorno da confiança coletiva no cenário da saúde mundial – em 12 de junho deve acontecer o Projeto Emoções Praia do Forte, no resort Iberostar, na Bahia.

Do ponto de vista das novidades artísticas, a última aparição com algum grau de ineditismo da carreira de Roberto foi no ano passado, quando lançou com a cantora paraense Liah Soares (ex-The Voice Brasil, uma postulante à trilha aberta por Paula Fernandes) uma canção e um video em parceria: A Cor do Amor. Composição de Liah, trata-se de um hit romântico bem ao estilo de Roberto, o que mostra que se mantém ligado ao núcleo do magma de sua produção musical mais recente. O artista ainda levou Liah para participar de seu Especial de TV anual. “Cantar com o Roberto no seu especial foi um momento sublime, único na minha vida. Sei que vou continuar trilhando meu caminho e sentir novas emoções daqui pra frente, mas igual àquela eu sei que não. Sou fã desse cara a minha vida inteira e estar ali era um sonho”, ela declarou.

A gravação do video de Roberto e Liah, que saiu em novembro, também revelava um grande esforço de superação pessoal. No ano passado, Roberto perdeu o irmão mais velho, Lauro Braga, que morreu no dia 11 de março, e o filho com Nice, Dudu Braga, que morreu de câncer no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, no dia 8 de setembro. Por conta disso, muita gente o achou abatido e enxergou no especial um ídolo mais triste e melancólico do que o de anos anteriores.

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome