O teatro é uma das artes mais dependentes do encontro físico. Precisa de palco e plateia. No isolamento social, não é possível nem uma coisa, nem outra. Mas as companhias, por ora de molho pelo coronavírus, alertam para espetáculos que estão disponíveis online. Não dá para comparar com a apresentação ao vivo, mas ajuda a arrefecer a saudade dos palcos. O teatro na quarentena é o que temos para hoje.

Grupo Galpão em Romeu e Julieta

Os mineiros do Grupo Galpão atualizaram a maior de história de amor da humanidade, na peça de William Shakespeare, com leves toques de Guimarães Rosa. Com direção do conterrâneo Gabriel Villela, a tragédia ganhou as ruas de Belo Horizonte nesta montagem de 2012. O Galpão fez mais de 300 apresentações desde 1992, incluindo duas temporadas no Shakespeare’s Globe Theatre (2000 e 2012), em Londres.

Romeu e Julieta. Com o Grupo Galpão. Disponível aqui.

 

Grupo Oi Nois Aqui Traveiz em A Missão – Lembrança de Uma Revolução

A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz está na estrada desde 1978, em Porto Alegre, e é marcada por espetáculos de intensa pesquisa dramatúrgica. O ator, para a companhia, é um artista e um ativista político. Nesta montagem de A Missão – Lembrança de Uma Revolução (que estreou em 2006), o grupo questiona-se sobre as suas próprias utopias, paixões e resistências a partir da ruptura dramatúrgica proposta na obra Heiner Müller.

A Missão – Lembrança de Uma Revolução. Com o Grupo Ói Nois Aqui Traveiz. Disponível aqui.

 

Grupo Sobrevento em Só

O espetáculo sem palavras ancora-se em objetos já prontos, desde miniaturas até os em tamanho natural, para expressar situações banais, patéticas e cômicas, mas sempre emocionais. A peça toma como ponto de partida O Desaparecido ou Amerika, o primeiro romance inacabado de Franz Kafka, e é um retrato (significativamente) oportuno sobre o estágio de solidão e desumanização da sociedade moderna.

. Com o Grupo Sobrevento. Disponível aqui.

 

 

E para o teatro infantil, tem a “Sessão da Tarde” com a Companhia Delas, que disponibilizou três peças de seu repertório na plataforma Vimeo. “É um jeito de ajudar a entreter as crianças durante este período de recolhimento”, escreveu a atriz e produtora Thaís Medeiros.

Cia Delas em Histórias por Telefone

Em Histórias por Telefone (disponível aqui), baseado em livro de Gianni Rodari, o senhor Bianchini é um vendedor de remédios que viaja a semana toda e pontualmente às 21 horas liga para a filha e lhe conta uma história. Essas histórias são tão cativantes que emocionam também as telefonistas que as ouvem escondidas do outro lado da linha.

A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília (disponível aqui), do italiano Dino Buzzati, fala da coragem, da amizade e da generosidade, temas bastante necessários nos dias atuais reclusos.

E Mary e os Monstros Marinhos (disponível aqui) conta a história da paleontóloga Mary Anning, uma mulher pioneira na ciência mundial.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome