Capa do CD O Amor É um Segredo - Zé Renato Canta Paulinho da Viola
Vocalista do grupo Boca Livre, o cantor capixaba Zé Renato devota à obra virtuosa do sambista Paulinho da Viola o álbum O Amor É um Segredo.

As canções secretas de Paulinho da Viola

Vocalista do grupo Boca Livre, o cantor capixaba Zé Renato devota à obra virtuosa do sambista Paulinho da Viola o álbum O Amor É um Segredo, bordado em voz, violão e percussão, mais intervenções de sax e trompete. A capa, em que um casal maduro se beija na boca, empacota o tom de preciosidade que percorre o trabalho inteiro. 

Interpretando as nove canções com reverência ao modo como o próprio autor o faz, Zé Renato dá preferência a sambas menos conhecidos, como Cidade Submersa (1973), Vida (1975), Sofrer (1978), Foi Demais (1979), Lua (1981), Só o Tempo (1982) e Um Caso Perdido (1989). Ah, meu pobre coração/ o amor é um segredo/ e sempre chega em silêncio/ como a luz do amanhecer, canta Zé Renato em Só o Tempo, a faixa de que sai o título do CD.

Apenas dois registros privilegiam temas mais difundidos de Paulinho, os da inaugural Minhas Madrugadas (1966) e de Para um Amor no Recife (1971). No todo, o álbum forma um guia não para o ouvinte que deseja conhecer a obra Paulinho da Viola, mas antes para o que pretende se aprofundar em seus meandros.

O Amor É um Segredo – Zé Renato Canta Paulinho da Viola. De Zé Renato. Mills.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome