Com Gal Costa e os Novos Baianos, “dar um rolê” parecia um eufemismo de tempos bicudos para fumar maconha zanzando livremente pelas ruas do Rio de Janeiro. No hip-hop, o rolê sempre foi sinônimo de diversão, embora por vezes apareça emparelhado com trabalho, trampo, corre… Do entrelaçamento entre o funk-ostentação e o gosto adolescente pela farra, o “rolezinho” ganhou os shopping centers e fundiu o sentido amplo de divertimento, lazer, passeio com o consumismo capitalista.

Não só no rap, no funk ou na tropicália, a MPB está repleta de passeios e rolezinhos – afinal, quem não quer (trabalhar, ganhar dinheiro e) se divertir? Segue abaixo uma trilha sonora para os mais variados tipos de rolê.

novos_front1. Novos Baianos, “Dê um Rolê” (1971) – A versão autoral, perdida num compacto (à dir.) e pouquíssimo conhecida, da composição de Moraes Moreira Galvão, imortalizada pela interpretação de Gal Costa no show Fatal, do mesmo ano.

2. Fernanda Abreu, “Speed Racer” (1990) – Por ruas mais estreitas e por grandes avenidas, cruzando viadutos e túneis.

3. Chico Science & Nação Zumbi, “Um Passeio no Mundo Livre” (1996) – Desejos de liberdade pelos artífices do manguebit pernambucano: um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar.

4. Matéria Rima, “De Rolê pelo País” (2005) – Um passeio pelo país que ainda precisa conquistar sua liberdade.

1975 Maravilha de Cenário5. Martinho da Vila, “Aquarela Brasileira” (1975) – Outro passeio, carnavalesco, da autoria de mestre Silas de Oliveira.

6. Itamar Assumpção & Orquídeas do Brasil Rita Lee, “Venha Até São Paulo” (1993) – São Paulo é passeio?

7. Bonde do Rolê, “Solta o Frango” (2007) – Solta o frango e vem com a gente!

8. Bonde do Tigrão, “O Baile Todo” (2001) – O funk carioca, em tempos de outros rolês.

9. Jorge Ben, “Descalço no Parque” (1964) – Vamos passear no parque?

1993 Raio X Brasil - Liberdade de Expressão10. Racionais MC’s, “Fim-de-Semana no Parque” (1993) – Nos primórdios dos rolês, passear no parque podia ser muito perigoso – além de “um dos poucos direitos que o jovem negro ainda tem neste país”.

11. Gilberto Gil Mutantes, “Domingo no Parque” (1968) – Antes mesmo dos rolês, era perigoso, divino, maravilhoso.

12. Caetano VelosoGal Costa Rita Lee, “Enquanto Seu Lobo Não Vem” (1968) – Escondidos, se há perigo na esquina.

13. Jorge Ben, “Porque É Probido Pisar na Grama” (1971) – Por que, por que, por quê?

2006 Tem Cor Age14. Z’África Brasil, “Tô no Rolê” (2006) – Porque negro é a raiz da liberdade.

15. Paulo Diniz, “Caminhando pelo Parque” (1971) – Sem lenço, sem documento…

16. Xis, “Rolê na 2” (2001) – Sem um puto no bolso…

17. Ednardo, “Passeio Público” (1976) – Desde que a Polícia Militar não entre com as bombas, as botas, as bandeiras.

18. Vange Leonel, “Passeio Distraído” (1991) – Distraído, distraídas…

19. Secos & Molhados, “Flores Astrais” (1974) – O verme passeia na lua cheia.

20. Gilberto Gil, “Vamos Passear no Astral” (1972) – Se aqui não for possível…

1973 2 Krig-ha, Bandolo!21. Raul Seixas, “Ouro de Tolo” (1973) – Dando pipoca aos macacos enquanto seu lobo não vem…

1975 Na Rua, na Chuva, na Fazenda...22. Hyldon, “Vamos Passear de Bicicleta?” (1975) – Mas há ciclovias?

23. Erasmo Carlos Tim Maia, “Além do Horizonte” (1980) –  Além do horizonte deve ter…

24. Trilha Sonora do Gueto Rosana Bronk’s, “Num Rolê cum Rosana Bronk’s” (2003) – Além do horizonte deve ter champanhe e ouro, mulher e poder…

25. Filosofia de Rua, “Rolê pela Noite” (1996) – A noite é uma criança.

26. Rumo, “Quero Passear” (1988) – E quem não quer?

27. Arnaldo Antunes, “Se Assim Quiser” (2004) – Acabou a hora do trabalho, começou o tempo do lazer. Você vai ganhar o seu salário pra fazer o que quiser fazer.

28. Rappin’ HoodClaudio Zoli Martin, “Eu Tenho um Sonho/ No Rolê” (2005) – Criança sempre quer ter tudo que se vê…

29. Brylho, “Noite do Prazer” (1983) – A noite vai ser boa?

30. Ogi, “Tamo Aí, no Rolê” (2011) – Amanhã, eu não sei…

31. Rashid, “Rolê de Kadet” (2012) – Corcel 73, Kadet, Match 5… Citroen?

32. MC Guime, “Plaque de 100” (2012) – O rolezinho, finalmente.

33. Mula Manca & A Fabulosa Figura, “Dinheiro” (2007) – Dinheiro & lazer & pós-manguebit.

2013 Sunset34. Michel Teló, “Bora Passear” (2013) – Mensagens chegando, e a turma ligando, e…

2013 Na Pista Eu Arraso35. MC Guime, “Na Pista Eu Arraso” (2013) – De Land Rover, Evoke…

36. Karol Conka, “Gueto ao Luxo” (2013) – Do gueto ao luxo – o que é de quem aqui?

37. Frenéticas, “Dancin’ Days” (1978) – Passeando sem sair do lugar.

38. Conexão Baixada, “Rolê na Baixada” (2013) – Vamo junto, vem comigo  num rolê no paraíso, a Baixada é mais que isso, a Baixada é só lazer.

39. Charlie Brown Jr., “Céu Azul” (2012) – Música popular caiçara: existe um lado bom nessa história.

40. Itamar Assumpção & Orquídeas do Brasil Tom Zé, “É Tanta Água” (1994) – São Paulo, em dia de chuva, é passeio?

41. Claudinho & Buchecha, “Coisa de Cinema” (1999) – Nossa história vai virar cinema e a gente vai passar em Hollywood. Mas se ninguém gostar não tem problema, meu amor.

42. MC Leozinho, “Se Não Fosse o Funk” (2007) – Diz aí, o que seria de nós se não fosse o funk?

43. Roberto Carlos, “Além do Horizonte” (1975) – O sol nasceu para todos?

44. Gal Costa, “Dê um Rolê” (1971) – Não se assuste, pessoa…

1971 Fatal - Gal a Todo Vapor

 

+ bônus tracks 45 e 46:  “Dê um Rolê”, por Zizi Possi (1983) e Lulu Santos (1997).

++ bônus track 47 que, evidentemente, jamais poderia ter sido esquecido: Ultraje a RigorLobãoRitchieSelvagem Big Abreu Leo Jaime, “Nós Vamos Invadir Sua Praia” (1985).

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Na sequência dos bondes, só faltou o Bonde das Impostora, com a homenagem aos amigos do Bonde do Rolê, em “Rolê de c* é rola”.

  2. Pedro, sabe pq gosto tanto dos seus textos? Hummm , aqui não tem espaço suficiente para listar os motivos. Tá,tá, seguem alguns: ótimos, completos, cheios de “timing “, informativos e isso me comove. Obrigada pelo zelo tb na escolha das canções dadas delicadamente ao leitor. 🙂

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome