e você, é “contra o governo lula”, ou “a favor do governo lula”? deposite seu voto na urna-janela acima, abaixo da alternativa que mais lhe seduzir. e boa viagem, boa aterrissagem na próxima estação.

ou, não…, será que seria possível sermos menos binários, não sermos tão pobremente contra o governo lula OU a favor do governo lula? será que seria possível que nós, assim nos rebelando, inventássemos uma terceira e mais complexa, menos tosca, mais criativa, menos maniqueísta, mais sofisticada opção?

é isso ou continuarmos fazendo guerrinha de bolinha de papel encastelados em nossas respectivas torres gêmeas, aquela que acredita em tudo (a “otimista”) e aquela que desacredita de tudo (a “pessimista”), até que sejam esboroadas as duas juntas, irmãs trágicas na ruína ruidosa causada por um bombardeio aéreo terrorista que depois ninguém vai entender de onde foi que veio (porque não veio do oriente médio, mas sim de dentro de nós mesmos, de entranhas que daqui a gente não enxerga).

é isso ou continuarmos sendo, nós mesmos, os terroristas invisíveis.

unidunitê, vem pular amarelinha também, como se fosse brincadeira de roda. é só depositar seus votos na urna-janela-tópico correspondente.

(ah, e como aqui não é eleição política nem teste de múltipla escolha de adolescente vestibular, serão aceitos votos simultâneos em mais de uma urna – viva o voto polimórfico, nem iludido nem desiludido!)

* agradeço a vange leonel (e, terceririzando, a todos os participantes falantes e mudos das mais recentes discussões deste blog) pela inspiração na construção da(o)s três torres-tópicos trigêmeo(a)s do fim de tarde desta sexta-feira deste belíssimo mês de agosto de 2005 [ei, mauricio, sobrinho arretado!, 30 anos não é mole, não!… mas, escreve o que o tio está falando, tudo vai ficar cada vez mais sensacional a partir de agora! feliz aniversário neste belíssimo 19 de agosto de 2005!].

Anteriorlerê, lerê
Próximoa favor do governo lula
Editor de FAROFAFÁ, jornalista e crítico musical desde 1995, autor de "Tropicalismo - Decadência Bonita do Samba" (Boitempo, 2000) e "Como Dois e Dois São Cinco - Roberto Carlos (& Erasmo & Wanderléa)" (Boitempo, 2004)

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome