segunda-feira, junho 1, 2020

Plus ça change plus c’est la même chose

No jornalismo, a coisa ganhou certos contornos de sadismo, todo mundo do ramo que a gente encontra imediatamente pergunta: "Atualmente, você tá fazendo o quê?". Eu? Lavando a roupa de manhã e cozinhando feijão ao meio-dia. Descendo a rua de bicicleta com os filhos e mastigando grãos de café vermelhos no cafeeiro do vizinho. Fora isso, a atividade periférica é a...

Três apresentadoras, uma multidão

Mel Gonçalves tem 25 anos, é transexual e apresenta um programa na TV brasileira. Essa frase se tornará verdadeira a partir das 23 horas da sexta-feira 4 de março de 2016, quando estreia na TV Brasil o programa Estação Plural, cuja apresentação ela divide com Ellen Oléria, 33 anos, e Fernando Oliveira, 32 anos. Caçula na bancada do talk show,...

Macartismo à brasileira

Saímos contentes feito crianças pelas ruas dos Campos Elísios, depois de entrevistar o ministro da Cultura, Juca Ferreira, na sede paulistana da Funarte. Evidentemente eu e o colega Jotabê Medeiros, juntos nessa aventura inédita, nos conhecemos há um milênio, desde quando ele era um dos mais atuantes jornalistas culturais do Brasil trabalhando no Estado de São Paulo e eu (modéstia à parte), idem, na Folha...

Um relato humano sobre uma tragédia nacional

Nana Queiroz não temeu envolver-se com personagens. O resultado é uma narrativa leve contando as histórias de um sistema brutal – e covarde A tragédia e os dramas particulares e coletivos vividos no sistema penitenciário brasileiro são, em alguma medida, bastante conhecidos. Sobretudo em tempos de rebeliões e mortes em massa, quando o tema, vez por outra, pauta o noticiário...

Uma outra narrativa é possível?

"Sou uma pessoa que aguenta pressão, que aguenta ameaça. Sobrevivi a grandes ameaças." Ditas pela presidentA Dilma Rousseff em 7 de agosto deste ano, essas frases soaram cifradas para nós que não temos acesso aos altos escalões políticos e econômicos, aos poderes centrais, às caixas de segredo do país onde vivemos. As palavras soaram cifradas, mas atiçaram nossas intuições. Então nossa presidentA,...

O ser tão sertanejo foi uma tradição inventada

Existe uma ligação entre o dito sertanejo de raiz, a música caipira, e as novas gerações de músicos sertanejos? Esse foi o tom das discussões que giraram entre o historiador Gustavo Alonso, autor de "Cowboys do Asfalto" (editora Civilização Brasileira), Pedro Alexandre Sanches e Eduardo Nunomura, editores do site, Danilo Cymrot, pesquisador cultural e sanfoneiro, e Kátia Passos, jornalista....

O que é a música sertaneja, segundo a academia

No dia 25 de setembro de 2015, o autor do livro 'Cowboys do Asfalto/ Música sertaneja e modernização brasileira', Gustavo Alonso, foi entrevistado por Pedro Alexandre Sanches e Eduardo Nunomura, do site Farofafá, Danilo Cymrot, sanfoneiro e pesquisador cultural, e a jornalista Kátia Passos. O encontro rendeu horas de conversas sobre música, cultura, mídia e política. Nesse primeiro episódio,...

Nova fuloresta

A boate se chama Peace & Love, estamos no sábado, 12 de setembro, e nos preparamos para festejar o ano novo etíope no campo de refugiados New Jungle, em Calais, na França. Fomos levados para a discoteca construída com galhos de madeira, plásticos e fita crepe pelas mãos de um afegão de codinomes variados - ele é Ibrahim, que pode...

14 músicas de diferentes cantores indígenas brasileiros para conhecer

A música indígena reflete todo o espírito de um povo. Existem músicas tradicionais e outras de autoria de músicos de diferentes etnias. Bandas indígenas e cantores estão espalhados por todo o Brasil, mas pouco conhecidos no cenário nacional Músicas compostas em línguas indígenas; outras em português. Algumas contam histórias, falam da cultura e também sobre sentimentos, pensamentos. Existem cantos e...

Selfies com cachorro, a atração nos protestos

CRÔNICA Eu sou um cachorro. Não um qualquer, mas um farejador de sangue puro e raça nobre. Para quem é entendido, sou um legítimo Bloodhound. Meu nome é Mike e tenho 3 anos. O sargento Alexandre é meu dono. O cão que veio comigo é o Bardo, um ano mais velho do que eu. Sim, é um pastor alemão. Preciso dizer...