Em 1974, um ataque cardíaco matou, num flat em Londres, a uterina cantora Mama Cass, codinome de Cass Elliot.
Ela tinha apenas 33 anos.
Tivesse sobrevivido, faria 70 anos este ano.
Ironia: morreu no mesmo flat de Curzon Place onde morreria, quatro anos mais tarde, Keith Moon, batera do The Who.
Achei essa maravilha aqui no YouTube: Joni Mitchell, Mama Cass e Mary Travers (do trio Peter, Paul & Mary, que morreu há um ano e pouco) cantando uma de minhas músicas preferidas ever, I Shall be Released, de Bob Dylan.
Garotas finas entre as mais finas.

AnteriorCROSSROADS
PróximoLIZZ
Jotabê Medeiros, paraibano de Sumé, é repórter de jornalismo cultural desde 1986 e escritor, autor de Belchior - Apenas um Rapaz Latino-Americano (Todavia, 2017) e Raul Seixas - Não diga que a canção está perdida (Todavia, 2019)

3 COMENTÁRIOS

  1. No fim do ano, fim de tarde, ouvi a versão de nina simone para essa músicana rádio eldorado. Dei uma estandacada, aquele movimento que fazemos às vezes diante da beleza inacessível,tinha me esquecido da versão da nina.
    Ouvindo essa, não sei qual me deixa mais estancado, pensando na beleza disposta em móbiles ao vento que não conseguimos sequer tocar. Matadora também.
    e um feliz ano novo, atrasado, ou vale até 31 de dezembro ?

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome