Liberdade, um “mau” exemplo

"Uma escola que cultua a liberdade não tem lugar: seria um mau exemplo." Assim a pesquisadora Rachel Valença, co-autora do livro Serra, Serrinha, Serrano - O Império do Samba, sintetiza as tramas que afastaram o Império Serrano, nas últimas décadas, do clube seleto das escolas de samba com lugar garantido no topo do Carnaval globalizado do Rio de Janeiro. Na entrevista...

Super Escolas de Samba S/A

"Bumbum paticumbum prugurundum" "Explode Coração/ Na maior felicidade" Você pode até não gostar de samba, mas se for um bom sujeito já ouviu e se lembra desses dois sambas-enredos. Houve um tempo no Brasil que os danados desses sambas nunca mais se separavam de nossas vidas. Ocupavam o espaço que hoje músicas chicletes dos mais variados gêneros insistem em invadir -...

Para nortear a festa

Elza Soares quis gritar um "fora Temer" pela fresta da festa de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro? "Garota de Ipanema", "Aquarela do Brasil" e "País Tropical" são cartões postais sonoros inescapáveis para uma festa imodesta como esta? Anitta tem o direito de representar a música popular brasileira? O funk carioca e o tecnobrega paraense mereciam estar ali no epicentro do Maracanã...

A Mangueira de Xangô (e de todos os orixás)

Martinho da Vila lançou "Recordação de um Batuqueiro" em 1971. Clara Nunes fez sucesso com "Quando Vim de Minas" em 1973, o mesmo ano em que Clementina de Jesus trovejou o samba rural "Moro na Roça". Por trás desses três clássicos da década de 70, havia um mesmo nome, o de Xangô da Mangueira. Hoje esse apelido é pouco lembrado...

Dorival Caymmi x Luiz Gonzaga

No início, predominou o formato de 10 polegadas, um pouco menor, em que cabiam geralmente oito músicas. O Nordeste falou alto nesses primeiros anos de transição dos compactos com apenas duas canções para os bolachões de 12 ou 14. Em 1954, o baiano Dorival Caymmi lançou Canções Praieiras, um dos primeiros álbuns conceituais da história do Brasil. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=oOHlyDt3TnM] Começando pelas inéditas...

Mussum e Kurt Cobain, de igual para igual

O grupo Sambô, de Ribeirão Preto (SP), conquista o mercado pop brasileiro investindo numa forma ao mesmo tempo batida e original: cantar rock'n'roll em compasso de samba.      O pagode pop que vicejou nas rádios e TVs por boa parte da década de 1990 e parecia liquidado nos primeiros anos 2000 tem motivos para comemorar estes primeiros anos da segunda...

O samba e o forró fizeram as pazes no Carnaval

Há décadas segue a loa sobre a ruindade dos sambas mostrados no sambódromo durante o carnaval carioca. Não é infundada a queixa, se a comparação for feita com clássicos indeléveis como "Chica da Silva" (Salgueiro, 1963), "Aquarela Brasileira" (Império Serrano, 1964), "Heróis da Liberdade" (Império Serrano, 1969), "Festa para um Rei Negro" (Salgueiro, 1971), "Misticismo da África ao Brasil"...

Batuques e sambas gaúchos, tchê!

  Rio Grande do Sul, terra do samba, do batuque e do carnaval. Hein? Como assim? O que pode soar esquisito para milhões de brasileiros, inclusive para muitos do Sul, é uma lembrança viva e um desafio para o cineasta Luiz Paulo Lima. Sua missão é provar que os gaúchos como ele próprio, tchê, sabem sambar e lutam bravamente para...

EM CASA, NÃO AO ACASO

A baiana (de Salvador) Mariene de Castro e o pernambucano (de Altinho) Almério se encontraram no palco do show Acaso Casa, que agora se transforma em CD ao vivo pela gravadora Biscoito Fino. Os dois têm registros vocais que chegam a confundir o ouvinte em certos momentos, embora a interpretação dela se destaque pelo tom derramado, à la Maria Bethânia, e a dele encante pelo...

A (quase) canção-tema da Rio 2016

Prefeitura do Rio lança canção-tema para jogos de 2016, cheia de nomes da música e outras personalidades da Cidade Maravilhosa, mas Comitê Organizador não a considera como oficial Lançada sem muito estardalhaço dois dias atrás, a canção extraoficial da Olimpíada do Rio, em 2016, está aí para quem quiser ouvir. Experimente ouvi-la sem ver o clipe, como se fosse uma...