quinta-feira, maio 19, 2022

O retratista do Choro

Jotarelli e seu Jacob do Bandolim. Acervo Clube do Choro de Santos
Gravada pela primeira vez em 1979, no elepê “Tributo a Jacob do Bandolim”, que homenageava o compositor nos 10 anos de seu falecimento, a “Suíte Retratos”, de autoria do maestro gaúcho Radamés Gnattali (1906-1988), mentor da Camerata Carioca, tem quatro movimentos, que se inspiram nas obras e homenageiam Pixinguinha (1897-1973), Ernesto Nazareth (1863-1934), Anacleto de Medeiros (1866-1907) e Chiquinha...

Sobras do amor

A cantora e compositora Renata Torres. Foto: Letícia Tavares. Divulgação
A cantora Renata Torres, de Caruaru/PE, estreia em videoclipe: “Tempo guardado” foi disponibilizado hoje (3), às 20h, no youtube Vivemos uma época em suspensão, com uma noção etérea de tempo: já não sabemos se corre ligeiro ou devagar demais e talvez nem faça mesmo diferença. Uma mulher de costas numa rua em preto e branco, vazia como as ruas durante uma...

Sem pressa e com consistência, AQNO deixa o casulo

Desaglomerô. Frame. Reprodução
“O retorno de Saturno”, álbum de estreia de AQNO, é um atestado de coragem. São 11 faixas – 10 delas inéditas, compostas na última década – costurando sua própria história, em que cabem reflexões, autobiografia, contestações, brega paraense, reggae maranhense, forrock, balada e soul, entre outros elementos. “Esse é um álbum que fala como eu me resolvi em várias questões...

A viagem sonora de Fernando Maranho

O cantor, compositor e guitarrista Fernando Maranho. Foto: divulgação
Cantor, compositor e guitarrista lançou seu segundo disco solo e conversou com exclusividade com FAROFAFÁ Crimideia (2021), segundo álbum solo do cantor, compositor e guitarrista Fernando Maranho, é batizado pelo delito de pensamento inventado por George Orwell no distópico 1984, infelizmente mais real e atual do que nunca. Maranho foi guitarrista das bandas Jumbo Elektro e Cérebro Eletrônico, ambas encabeçadas por ele...

Ed Motta é um ignorante

Raulzito por Dan Dickason
Não, não se trata de mais um a vir desancar publicamente o desafortunado Ed Motta por conta de seu desastrado statement contra Raul Seixas no seu canal do YouTube. A afirmação do título acima é de ordem léxica: Ed é um ignorante simplesmente porque desconhece, ignora. Sustento isso porque a fala de Ed, à parte as questões de cunho...

O cheiro do som

A cantora, compositora e artista visual Carolinaa Sanches. Foto: Paula Viana/ Divulgação
Single “Petricor” anuncia álbum da plural Carolinaa Sanches; videoclipe da faixa chega hoje (18) ao youtube e “Curva de rio”, o disco, às plataformas dia 8 de abril “Aroma produzido pela chuva, em especial quando cai em solo seco ou em pedras argilosas, após um período seco” é a definição dicionarizada de “Petricor” (Maria Carolina Thomé), título do single que...

No vilarejo infinito de Marisa

Tem 6 anos e outro dia cantou "Vilarejo" na cerimônia de formatura do infantil com um coro de amigos. Desde então, Tito canta a canção dia sim, dia sim. Sabe a letra de cor e salteado e passou a gostar de ouvir no carro também o disco Memórias, Crônicas e Declarações de Amor, que reencontrei outro dia. Quando foi anunciada triunfalmente a...

Amizade (e parceria) celebrada com música

Os parceiros Rogério Batalha e Moacyr Luz. Foto: Marluci Martins. Divulgação
Parcerias de Moacyr Luz e Rogério Batalha ganham vida na voz de 10 intérpretes, acompanhados pelo violão de Carlinhos Sete Cordas Luz e Batalha são características do povo brasileiro, embora muitos queiram retirar-lhes ou negar-lhes: o país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza, como cantou Jorge Benjor, de praia, samba, carnaval e futebol, de riso fácil e farto,...

A canção inacabada de Víctor Jara

Preso com outros 5 mil presumíveis adversários do governo militar, o cantor sabe que vai morrer. Seus captores usam fardas e uma pretensa autoridade militar e separam os presos em grupos de 200 para torturar e depois executar a pauladas ou com rajadas de metralhadoras - rajadas que cortam corpos ao meio, naquilo que os prisioneiros chamam de "serras...

Rodger Rogério volta a pisar o “Chão Sagrado” da música nordestina

Lançado há 47 anos, o LP Chão Sagrado (RCA, 1975) tornou-se uma espécie de manifesto do chamado Pessoal do Ceará, uma das mais importantes comunidades musicais da MPB. Sua consistência conceitual, a diversidade de temas e gêneros (blues, baião, soul, uma ária de ópera), certo sabor psicodélico e a feliz simetria das vozes dos artistas (os cearenses Rodger Rogério...