Demon slayer: um batedor de recordes

A animação Demon Slayer é sucesso mundial
Convém observar os números superlativos de Demon Slayer, o filme de animação que acumula recordes desde que foi lançado, em outubro de 2020. Em seu fim de semana de estreia no Japão arrecadou 313 milhões de dólares, um feito impressionante no contexto de uma pandemia e quando apenas metade das salas estavam abertas. Nas duas primeiras semanas de maio,...

Cinco lendas recontadas por outros ângulos

Além das lendas. Capa. Reprodução
Em “Além das lendas” o historiador e roteirista Iramir Araújo se alia a Amanda Belo, Beto Nicácio, Marcos Caldas, Rom Freire e Ronilson Freire, cada um desenhando uma das histórias do álbum, recontando uma lenda. Em vez do “era uma vez” a que estamos tão acostumados, há uma mudança na angulação pela qual as histórias são contadas. Em “Quando a...

As aventuras de Noel na vila da inclusão e diversidade

Aprendendo a cair. Capa. Reprodução
Em 1868, a partir da iniciativa de um pastor, foi fundada a Fundação Evangélica Neuerkerode, que a princípio cuidava de cinco meninos com deficiência. Mais de 150 anos depois, tendo sobrevivido ao regime nazista alemão, a instituição prova o quão visionários eram seus fundadores, com, atualmente, cerca de 800 pessoas com deficiência convivendo de forma inclusiva em uma vila. Quando...

Marcuse e a inegociável totalidade do êxtase e do corpo

De todos os gibis que têm tratado do legado de pensadores revolucionários (Marx, Freud, Jung), este é o mais abusado e dessacralizador: Marcuse em Quadrinhos, de Nick Thorkelson. Expoente da Escola de Frankfurt, instituição intelectual revolucionária alemã, Herbert Marcuse (1898-1979) foi também uma estrela pop da filosofia. Com prefácio da filósofa norte-americana Angela Davis, que foi aluna de Marcuse,...

Paraibano mergulha Lovecraft nas HQs underground

Juscelino Neco, cartunista de Campina Grande, revisita a obra do mestre do horror com as tintas da escatologia   O horror, na obra do escritor H.P. Lovecraft (1890-1937), habita com brutal normalidade a superfície do ser humano. O próprio autor parecia referendar sua teratologia com pinceladas de fobias sexuais, racismo, misantropia, esquisitice. Ao longo das décadas, seus contos sinistros vitaminaram um...