Foto de Hilda Hilst
MIS apresenta a exposição Revelando Hilda Hilst com retratos, alguns inéditos, 15 edições originais de seus livros, leituras das obras e exibição de filmes

Nos 90 anos do nascimento de Hilda de Almeida Prado Hilst, mais conhecida como Hilda Hilst (1930-2004), o Museu da Imagem e do Som de São Paulo celebra a vida e obra da escritora, poeta e dramaturga paulista com o projeto Revelando Hilda Hilst, uma exposição de retratos, alguns inéditos, as 15 edições originais de seus livros, leituras das obras e exibição de filmes. Gravações com vozes da autora, que foi poeta e dramaturga, também estarão presentes, revelando um momento peculiar na vida de Hilda: ela imaginava poder falar com o além. 

O destaque da exposição é a narrativa fotográfica que foi feita em períodos distintos da vida da escritora. Vão desde as mais antigas, do fotógrafo português Fernando Lemos, quando Hilda tinha 29 anos, até as mais recentes feitas na sua residência, a Casa do Sol, uma espécie de refúgio da autora, localizado em Campinas. Registros dessa fase criativa, porém isolada, vêm à tona agora com a exposição do Museu da Imagem e do Som. Os fotógrafos Gal Oppido, Eduardo Simões e Eder Chiodetto contemplam os registros de imagem de Hilda dos anos 1990 em diante.

Revelando Hilda Hilst. No Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Até 15 de março, grátis.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome