sexta-feira, setembro 20, 2019

E La Marvel Va

Aranha
  Homem-Aranha: Longe de Casa é um falso filme de férias. E isso não é negativo, muito pelo contrário. É altamente elogioso (notem que eu não disse um filme de férias falso, mas um falso filme de férias). Trata-se de uma inesperada incursão da Marvel Comics, indústria cultural por excelência, pelo insight de Federico Fellini em E La Nave Va. Em E La...

Por que caiu o secretário de Cultura?

Por que caiu o Secretário Estadual da Cultura de São Paulo, José Roberto Sadek (cujo substituto, anunciado na quarta-feira 29 pelo governo de Geraldo Alckmin, será o presidente nacional do Partido Verde, José Luiz Penna)? Primeiramente, porque ele podia cair. Não era político, não tinha relação direta com o partido no poder há 22 anos (o PSDB), era um mero operador de carreira e estava...

Scorpions, ou o estilo de uma banda ao pendurar as chuteiras

Mais uma banda cinquentona, só que desta vez esta promete desembarcar no Brasil. É o Scorpions, impedida pelos fãs de acabar, conta Jotabê Medeiros A mãe de Rudolf Schenker, guitarrista e fundador do Scorpions, queria que ele se tornasse eletricista na Siemens ou seguisse uma carreira nos Correios de Hanover, na Alemanha. Dona Schenker era dura na queda: obrigou o...

Plus ça change plus c’est la même chose

No jornalismo, a coisa ganhou certos contornos de sadismo, todo mundo do ramo que a gente encontra imediatamente pergunta: "Atualmente, você tá fazendo o quê?". Eu? Lavando a roupa de manhã e cozinhando feijão ao meio-dia. Descendo a rua de bicicleta com os filhos e mastigando grãos de café vermelhos no cafeeiro do vizinho. Fora isso, a atividade periférica é a...

Rapinando Tarsila do Amaral

  O Ministério da Cultura está usando em sua página no Facebook obras de Tarsila do Amaral adulteradas com fins publicitários, sem autorização legal.  As telas "Religião Brasileira" e "Manacá", ambas de 1927, foram recortadas para uso como foto de perfil e como um selo ("Manacá" ganhou um círculo com o novo logotipo do ministério no meio do desenho). Mesmo que obtenha...

Está rindo de quê?

Jotabê Medeiros analisa a gestão do sorridente ministro interino da Cultura, que só saiu uma vez do gabinete e foi para a Turquia em dia de golpe de Estado O ministro interino da Cultura, Marcelo Calero, escreveu artigo em O Globo no último dia 31. Eu li hoje. Faz inicialmente um balanço pestilento da pasta, até aí normal. Então ele escreve:...

Dona Onete, bem longe da gourmetização do brega

Há 39 ilhas nos rios do entorno de Belém do Pará. Dona Onete é o tipo de artefato cultural capaz de ligar todas essas ilhas. "Você pode ligar pro meu celular/ na hora que você quiser/ a proposta de pé, pra você passar o inverno comigo/ e se a gente se der bem/passa o verão também", canta Dona Onete, em...

A autoridade de Francineth

Uma grande voz do samba canta a canção que enfureceu o general, Cambão, em show no Sesc Pompeia Plantei arroz, plantei feijão/De sol a sol eu trabalhei que só um boi ladrão/E a safra, vai vendo irmão, a maior parte ficou toda com o patrão Essa música...

A música cartunística de ‘Os Mulheres Negras’

Muitos anos depois do auge deles, descobri uma palavra em inglês que os definia com perfeição: cartoonish. Uma música moldada pela admissão de personagens, senso de humor nonsense, um escracho cavalheiresco. Música cartunística. Havia 27 anos que eu tinha ido a um show deles pela última vez. Tinha sido no pequeno auditório do Masp, eu tinha um bebê dormindo nos...

Rolling Stones: ‘Bom pra cacete’

Uma banda de 53 anos, obviamente, não existe. Mas ela subiu ao palco do Morumbi e tocou para provar que o inferno também não existe, conta Jotabê Medeiros Numa era de milionários mirins analfabetos inventores de apps e startups da hora, os Stones são artesanato puro, medicina de caboclo, pomada de peixe-boi da Amazônia, Biotônico Fontoura analógico, miçangas do pessoal...