Christian de Castro e Sergio Sá Leitão
Christian de Castro e Sergio Sá Leitão, ex-dirigentes da Ancine

Réu por improbidade na Justiça Federal, o ex-presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine), Christian de Castro, foi nomeado hoje, 15 de dezembro, como integrante da comissão de seleção paulista do edital PROAC-LAB (Lei Aldir Blanc). O edital vai escolher o Prêmio por Histórico de Cinema – são R$ 40 mil por projeto, num valor total de R$ 4 milhões (serão selecionados 100 projetos em potencial).

Christian de Castro é réu juntamente com Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, que o nomeou hoje. Ambos tiveram os bens bloqueados no curso do processo que corre no Tribunal Federal de Justiça do Rio de Janeiro. Ele foi presidente da Ancine até ser afastado por decisão judicial em agosto de 2019, retomou o posto com uma liminar mas acabou renunciando. Assumiu um substituto, Alex Braga, cuja interinidade entrou no segundo ano.

A tramitação do processo em que Christian de Castro é réu tinha sido adiada em julho, seguindo recomendação do Conselho Nacional de Justiça em relação à retomada dos serviços presenciais no tribunal. Mas, no último dia 2 de dezembro, o juiz federal Tiago Macaciel, da 5ª Vara Criminal do Rio, intimou as defesas e o Ministério Público para uma audiência em videoconferência, dando prosseguimento ao processo.

Curiosamente, ontem, o Farofafá noticiou que o secretário de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, é questionado por ter supostamente beneficiado a produtora Gullane em três editais de cinema com recursos da Lei Aldir Blanc. Um dos proprietários da Gullane é parte da acusação contra Leitão e Christian na Justiça Federal.

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de ter tempo & dinheiro para ler Cida e outros malucos. É pedir muito? Então mais lascado ficarei. Não tenho nem tempo(yo soy un añejo de 89) e as pratas estão cada vez mais curtas. Então! Ora então vou apenas navegando nas minhas fantasias dos desejos inatingíveis. Cumprimentos de Von Steisloff( Brasília/DF)

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome