Sete anos após a morte de Dominguinhos, a obra do sanfoneiro e compositor pernambucano ainda pede por ser redescoberta mais a fundo, e é a esse trabalho que se dedica o violinista paulistano Ricardo Herz no show Ricardo Herz Interpreta Dominguinhos, em duas sessões no Sesc 24 de maio, no sábado 18 e no domingo 19.

Ricardo Herz. Foto Rogério von Krüger

As releituras instrumentais serão levadas ao vivo por um time de peso formado por Herz (direção musical e violino) Guegué Medeiros (percussão), Salomão Soares (piano), Léa Freire (flauta), Jaques Morelenbaum (violoncelo), Michi Ruzitschka (violão de sete cordas), Alê Ribeiro (clarinete e clarone) e Pedro Ito (bateria).

Os temas previstos no repertório são “Eu Só Quero um Xodó” (1973), “Lamento Sertanejo” (1973), “Sanfona Sentida” (1973), “Arrebol” (1977), “Contrato de Separação” (1979), “Quando Chega o Verão” (1980), “Sete Meninas” (1980), “Caxinguelê” (1981), “De Volta pro Aconchego” (1985), “Isso Aqui tá Bom Demais” (1985), “Gostoso Demais” (1986), “Pedras que Cantam” (1991) e “Retrato da Vida” (1998). Vários desses temas provam o exímio cancionista que Dominguinhos também era, mas esse segue à espera da redescoberta.

 

Ricardo Herz Interpreta Dominguinhos. No Sesc 24 de Maio (Rua 24 de maio, 109, República, São Paulo). Dias 18 de janeiro, às 18 horas e 21 horas, e 19 de janeiro, às 18 horas. 40 reais.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome