segunda-feira, abril 22, 2024

Caminhando e cantando e liberando geral

 Quantos tipos de liberdade existem no mundo? Abaixo, seguem alguns tantos, todos eles em forma de liberdade musical (ouça no tópico ao lado as músicas).1. Gilberto Gil e Mutantes, "Procissão" (1968) - Na versão tropicalista da canção de 1967, a ladainha religiosa se arrastava feito cobra pelas ruas, em forma de passeata. 2. Caetano Veloso, Gal Costa e Rita Lee,...

Zona zen

Por falar na #MarchadaLiberdade, eu tava aqui pensando, pensaaaando... Pensando, pensando... Tem uma única pessoa no mundo que eu sei que me bloqueou no Twitter, sabe quem? Foi a @LitaRee_real, a Rita Lee...É... Essa doeu, ai..., doeu, ai, ai... Sobrou pra mim o bagaço da laranja... Mas não tem nada, não (nem tem o meu violão, que eu não toco...

Pra ver a banda passar

 O livro Tropicália - Um Caldeirão Cultural (ed. Ferreira), de Getúlio Mac Cord,   é a mais nova obra a botar a mão na cumbuca do movimento musical brasileiro mais importante de 1968. É todo baseado em depoimentos de personagens relevantes, tropicalistas e/ou antitropicalistas, e sobre isso escrevo mais em texto publicado no iG em 21 de maio de...

O Bolo de Chocolate Mais Bonito da Cidade

 A Mulher, o Bolo de Chocolate a a Banda Mais Bonit@ da cidade estão em reportagem publicada hoje pelo iG Jovem, assinada por mim. Clicaí no link na frase acima - e tomaí o vídeo mais comentado da cidade em todos os tempos da última semana. Até porque "não (ou)vi e não gostei" é papo de crítico musical do século...

Non ducor, duco

Tá aqui sua democracia. ass: capitão Del Vecchio. (fonte AE) Não somos conduzidos, conduzimosSabem de uma coisa? Hoje eu fui na marcha da maconha e usei tóxicos. Usei mesmo! Eu e uma cambada que descia a Consolação. Ficamos com os olhos vermelhinhos, tossindo pra caramba. Como a gente descolou a parada? Ora, com a Polícia Militar de São Paulo, com...

Não somos conduzidos, CONDUZIMOS

O texto que vem no tópico à esquerda é de autoria de Bruno Torturra, diretor de redação da revista Trip. Foi publicado originalmente no blog de Torturra, aberto especialmente para contê-lo.Com orgulho e com a autorização de Bruno, republicamos seu "Não somos conduzidos, conduzimos" em FAROFAFÁ. Seu texto fala um pouco mais que o anterior sobre música (a razão...

Angélica, Augusta e Consolação

 Eram mais ou menos 14h30 do dia 21 de maio de 2011. Eu estava pagando a conta do almoço no Sujinho, rua da Consolação esquina com a rua Maceió. Tinha acabado de forrar o estômago (feijoada com farofafá) para a seguir participar de uma manifestação PACÍFICA pela descriminalização da maconha.Não sei o que tinha acontecido antes, não sei o...

Se eu fosse americano a vida não seria assim…

 Em 1988, Ed Motta era um jovem funkeiro carioca que não queria compromissos com a vida além de dançar a vida na rua. "Eu não nasci pra trabalho/ eu não nasci pra sofrer/ eu percebi que a vida/ é muito mais que vencer/ já dirigi automóveis/ já consumi capital/ já decidi que o dinheiro/ não vai pagar a minha...

Alcione, Adolf & Saddam: viva o metrô!

Sábado, 14 de maio de 2011, 18 horas. Começa a anoitecer entre a avenida Angélica e a rua Sergipe, no cruzamento tomado por centenas e centenas de cidadãos a pé, churrascos de coração de frango & suas fumaças, varais de roupa suja pendurados nos semáforos, gente alegre à esquerda, à direita, ao centro e adiante.A performer baiana movimenta a...

Proibidão do pancadão

O funk carioca foi silenciado na maior favela de São Paulo, Heliópolis. Pela polícia. A pedido de moradores. Há dois fins de semana, acabou o som alto que saía de potentes alto-falantes de carros estacionados nas ruas e vielas. Nada mais das cenas de adolescentes dançando ou bebendo madrugada afora, garantem os PMs. A paz voltou a reinar na...