sábado, março 2, 2024

Ecoa a voz de Môa

Os mestres Môa e Gafanhoto. Foto: Isabella Rudge. Reprodução
Môa do Katendê (29/10/1954-8/10/2018) foi uma das primeiras vítimas do bolsonarismo, tal como conhecemos hoje esta corrente política do culto à morte: o capoeirista foi covarde e brutalmente assassinado com 12 facadas pelas costas após uma discussão em um bar entre o primeiro – que havia sido realizado no dia anterior – e o segundo turnos da eleição presidencial...

Bolsonaristas voltam a caçar Zumbi, agora no próprio Quilombo dos Palmares

De alvo simbólico, o Quilombo dos Palmares virou hoje alvo geográfico do governo Bolsonaro. O presidente editou nesta terça-feira, 29 de junho, um decreto no qual institui um comitê de gestão da Serra da Barriga, em Alagoas, o local que abriga o Parque Memorial Quilombo dos Palmares (no passado, foi ali que se instalou o lendário Quilombo dos Palmares,...