O Brasil no aterro

Foto de Carlos Gurgel
Aos 80 anos, o artista plástico Aguilar lança O Salvador do Mundo, no qual examina a encruzilhada humanística do País José Roberto Aguilar é reconhecido instantaneamente como artista visual pela constância de sua presença na pintura, videoarte, videoinstalação e performances - ele participou da primeira Bienal de São Paulo há quase 60 anos, em 1963. Mas Aguilar também ambicionou ser...

Começa a contagem regressiva para um Belchior inédito

Em 2005, dois anos antes de iniciar seu projeto pessoal de desaparição, Belchior foi a Florianópolis para dar a partida em uma aventura totalmente independente, anticomercial e ousada: criar ambiências sonoras em torno de poemas do poeta simbolista Cruz e Souza (1861-1898), o Dante Negro. Na ocasião, o poeta cearense que foi obcecado pelo Dante florentino, o Alighieri, gravou em...

‘Baixo esplendor’, o novo livro de Marçal Aquino

Foto de Marçal Aquino
Marçal Aquino não publicava um livro desde 2005, ano do romance Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios. No inverno pandêmico de 2020, o autor concluiu a sua nova obra, Baixo Esplendor, e fez questão de deixar registrados alguns tuítes-desabafo: “Pra um livro valer a pena, o escritor deve sempre correr mais riscos do que os personagens”...

A autobiografia familiar de Jotabê Medeiros

Autobiografia familiar de Jotabê Medeiros
Dois anos atrás, a família Medeiros se reuniu para comemorar o centenário de João Francisco, um brasileiro de Sumé, no sertão paraibano, que migrou para o norte do Paraná. Ele ainda está vivo, hoje com 102 anos. Naquele encontro, um dos seus 20 filhos percebeu que havia ali uma grande história se examinasse o passado da família. Esse garoto...

Futebol arte e cinema de craque

O último jogo. Frame. Reprodução. Pandora Filmes
As tintas do realismo fantástico colorem a obra-prima que é "O último jogo", golaço de estreia do documentarista Roberto Studart na ficção, com uma livre adaptação de "O fantasista", do chileno Hernán Rivera Letelier. O filme aborda de forma original a rivalidade entre brasileiros e argentinos no futebol. Habilidosamente retratadas estão ali a malandragem, a catimba, a paixão, o delírio,...

Slam BR 2021, só com vencedores

Slam BR 2021
Competição de poesia falada, esporte poético, jogo com as palavras, ou simplesmente slam. De 4 a 7 de março, o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos apresenta o Slam BR 2021, campeonato brasileiro que neste ano será totalmente virtual. Diante da impossibilidade de aglomerações, o evento reunirá remotamente campeões de edições anteriores e vencedores do Zap! Slam. A grande final ocorria nos...

Caia na leitura e perigas ver

Novos Baianos: um grupo, time de futebol, família, comunidade ou tudo isso ao mesmo tempo? Marília Aguiar está em pé, grávida, à direita. Foto: Reprodução
Marília Aguiar não é escritora nem biógrafa, mas escreveu um dos livros mais deliciosos lançados ano passado: "Caí na estrada com os Novos Baianos" (Agir, 2020, 239 p.), em que narra histórias de seus 10 anos de convívio com o grupo então integrado por seu então companheiro, Paulinho Boca de Cantor. Do encontro inusitado em uma boate aos três filhos...

O poeta que sonhou em plantar uvas

Morreu aos 101 anos o poeta norte-americano Lawrence Ferlinghetti, um dos últimos remanescentes do grupo dos beatniks, referência da moderna poesia internacional, fundador da livraria City Lights de São Francisco.  Eu o entrevistei longamente em 2012. Reproduzo a entrevista, por considerá-la ainda esclarecedora - foi em outra circunstância política, mas as previsões de Ferlinghetti mostraram-se acertadas. ATUALIZAÇÃO: A editora 34,...

“Ensaio sobre o artista enquanto Macalé”, “imbiografável”

Jards Macalé: eu só faço o que quero. Capa. Reprodução
Quando Jards Macalé lançou seu segundo elepê solo, “Aprender a nadar”, em 1974, a performance de lançamento incluía um mergulho dos músicos nas águas da Baia de Guanabara, por entre os vãos da recém-inaugurada Ponte Rio-Niterói. É um mergulho profundo o que faz Fred Coelho em “Jards Macalé: eu só faço o que quero” , ensaio biográfico de fôlego...

Joyce, uma mulher livre

Joyce, Aquelas Coisas Todas, MPB
Em 1997, a cantora e compositora carioca Joyce Moreno escreveu e lançou um modesto livro de memórias, batizado Fotografei Você na Minha Rolleyflex (MultiMais Editorial). O novo livro Aquelas Coisas Todas é a reedição ampliada daquele trabalho, mas é muito mais do que isso também. A segunda parte, Tudo É uma Canção, acrescenta 51 crônicas inéditas às 32 do...