O cavaquinhista Messias Britto. Foto: divulgação
O cavaquinhista Messias Britto. Foto: divulgação

O baiano Messias Britto é o músico convidado do sarau de encerramento da temporada 2019 de RicoChoro ComVida na Praça. Sua apresentação acontece neste sábado (9), às 19h, na Praça Gonçalves Dias (Centro), com entrada franca.

Com dois discos lançados, “Baianato” (2017) e “Cavaquinho polifônico” (2018), o músico será acompanhado pelo Quarteto Crivador, grupo que toma o nome emprestado de um dos tambores da parelha do tambor de crioula, aludindo à mistura polifônica que fazem do Choro com os ritmos da cultura popular do Maranhão. O grupo é formado por Marquinhos Carcará (percuteria), Wendell de la Salles (bandolim), Rui Mário (sanfona) e Luiz Jr. Maranhão (violão sete cordas) – este, incluiu recentemente em seu currículo a realização do I Festival Internacional de Violão de São Luís e a produção, arranjos e direção musical de “Sou de pouca fala”, segundo disco da compositora Patativa.

Em “Cavaquinho polifônico”, Messias Britto radicaliza a demonstração do quão completo é um cavaquinho, apesar do discurso vigente e preconceituoso de tratar-se de um instrumento limitado: sozinho ao instrumento, o baiano de Euclides da Cunha desenvolve, ao mesmo tempo, ritmo, harmonia e melodia, ao longo de 11 faixas, entre autorais e clássicos de Luiz Gonzaga a Ernesto Nazareth, de Pixinguinha a Ary Barroso, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes a Waldir Azevedo.

Foi, aliás, ouvindo um disco do cavaquinhista, aos 14 anos, que Britto tomou contato com o Choro. Somente havia visto um cavaquinho aos 12. Garoto-prodígio, é autodidata e pioneiro: com amigos, fundou Os Chorões do Cumbe, primeiro regional do sertão baiano. Aos 19 anos, a convite do Clube do Choro da Bahia, mudou-se para a capital Salvador, onde deu aulas práticas de cavaquinho.

O sarau deste sábado terá ainda como atrações o dj Joaquim Zion, o poeta Celso Borges e o compositor Joãozinho Ribeiro, homenageado pelo projeto em 2019, ano em que completa 40 anos de música.

Na sexta-feira (8), às 16h, Messias Britto participa de roda de conversa mediada por Ricarte Almeida Santos, idealizador e coordenador de RicoChoro ComVida na Praça. Também gratuito e aberto a professores, estudantes, instrumentistas, interessados e curiosos em geral, o papo acontece na Escola de Música do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo (Emem, Rua da Estrela, 363, Praia Grande).

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome