Estão abertas desde terça-feira, 3 de setembro, as inscrições para o novo edital do programa Rumos Itaú Cultural, biênio 2019-2020. O prazo para inscrever projetos termina às 23h59 de 18 de outubro — horário de Brasília. A participação é gratuita e deve ser efetuada exclusivamente pelo www.rumositaucultural.org.br

O Rumos 2019-2020 aceita inscrições de projetos ou trabalhos sobre arte e cultura brasileiras em qualquer expressão artística e/ou intelectual, apresentados e/ou desenvolvidos em qualquer tipo de suporte, formato, linguagem artística ou mídia. Os critérios de ambas as fases são a singularidade do projeto, a sua relevância e consistência. Não há número mínimo ou máximo de projetos, propostas ou obras a serem contemplados. Esta decisão é da Comissão de Seleção do Rumos.

As modalidades de projetos (pode-se inscrever em uma ou mais dessas modalidades) são as seguintes:

  1. a) Criação e Desenvolvimento – concepção e/ou desenvolvimento de projetos artístico culturais;
  2. b) Documentação – organização e preservação de acervos relacionados com a arte e a cultura brasileiras;
  3. c) Pesquisa – desenvolvimento de pesquisas em arte e cultura brasileiras.

Não há limite de valor para projetos inscritos por pessoas jurídicas. Projetos inscritos por pessoas físicas poderão receber o valor máximo de 70 mil reais brutos (acima desse limite terão a inscrição invalidada).

O anúncio dos selecionados será feito em 25 de maio de 2020. Os projetos escolhidos deverão ser necessariamente concluídos em até 24 meses a partir da data de assinatura do contrato.

Em 22 anos de atuação, o Rumos, um dos maiores programas de fomento à produção artística do País, recebeu mais de 64,6 mil inscrições e selecionou 1.458 projetos nos mais diversos temas e modalidades. A cada ano, recebe mais de 13 mil projetos de todo o País, um contingente maior do que o que recebe a Lei Rouanet. No período, levou a obra dos selecionados para mais de 7 milhões de pessoas em todo o país.

A comissão de seleção é formada por Beth Néspoli, Ian Ramil, Joel Zito Araújo, Kleber Lourenço, Leno Veras, Lígia Cortez, Luiz Camillo Osorio, Maria Thais, Noemi Jaffe, Paula Gomes, Rejane Cantoni, Rodrigo Toffolo e Vânia Leal, além dos seguintes gestores do Itaú Cultural: Ana de Fátima Sousa, Anna Paula Montini, Claudiney Ferreira, Edson Natale, Galiana Brasil, Gilberto Labor, Marcos Cuzziol, Sofia Fan, Tânia Rodrigues, Tatiana Prado e Valéria Toloi.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome