não sei se dá para ver, mas é um arco-íris que pintou no céu de new orleans depois de uma chuvarada, em junho (clique na foto que ela amplia)

pode parecer meio blasé isso, mas tô rezando por nola.
nola é como new orleans é conhecida. estive lá nos últimos dois anos, para o jazzfest (a última vez há pouquíssimo tempo, em junho). vi stevie wonder e the roots (cujo MC, questlove, produziu o melhor disco que entrou no meu toca-discos esse ano, o novo de al green), entre outros.
o furacão gustav está chegando, já evacuaram até a bourbon street.
acho que só conheço uma cidade parecida com new orleans no mundo: salvador.
a mestiçagem e o melting pot culturais deram num mundo à parte (dizem que havana e santiago de cuba são parecidas, mas não as conheço).
negros de nomes franceses e olhos verdes, mulatas parecidas com as que vi na fila do show da tereza cristina na lapa, um casario de balcões de ferro trabalhado, espetáculos de música em cada esquina, meninos que formam bandas funk que tocam como se tivessem mil tim maias nos calcanhares.
new orleans não é uma cidade qualquer.
mandinga para afastar o furacão, que um dia eu espero voltar àquela terra.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome