terça-feira, agosto 9, 2022

Os cyber-índios da Gang do Eletro

O grupo paraense de eletromelody, um dos mais inventivos da nova safra brasileira, estreia na indústria convencional de CDs e tem de driblar regras e limites das velhas gravadoras.   A Gang do Eletro, um dos mais inventivos grupos do tecnobrega (e/ou tecnomelody) paraense, faz sua estreia no mercado convencional de CDs com Gang do Eletro, recém-lançado pela gravadora independente Deck (de...

Três apresentadoras, uma multidão

Mel Gonçalves tem 25 anos, é transexual e apresenta um programa na TV brasileira. Essa frase se tornará verdadeira a partir das 23 horas da sexta-feira 4 de março de 2016, quando estreia na TV Brasil o programa Estação Plural, cuja apresentação ela divide com Ellen Oléria, 33 anos, e Fernando Oliveira, 32 anos. Caçula na bancada do talk show,...

A gangue do Jaloo

Em seu segundo álbum, o paraense Jaloo aposta na criação coletiva: Ft, abreviatura gringa para "featuring", conta com abundantes convidados especiais em cada uma das 11 faixas. Os parceiros vão dos veteranos Dona Onete e Manoel Cordeiro à jovem MC Tha, da diva tecnobrega Gaby Amarantos à diva drag Lia Clark, dos novos emepebistas Céu e Lucas Santtana aos rappers Karol Conka e Nave. Como no CD de estreia #1 (2015), Jaloo aposta na linguagem telegráfica da contemporaneidade e...

Eu cobrava 30 reais por música…

Atención, atención. Mucha atención neste momiento. La Gang do Eletro y la Banda Eletrohits apresentan para los amigos “La Velocidad do Eletro”! Tenho 28 anos. Meu nome é Marcos Nunes, madeireiro, nome artístico Maderito. Nasci no bairro de Cremação. Chama assim porque é onde antigamente era queimado o lixo de Belém. A pessoa é para o que nasce, Estamira! O...

Chão de estrelas

Em alguns lugares, ouvi ou li que esta Virada Cultural foi um fracasso. Pouca gente pela rua, espetáculos esvaziados, problemas de estrutura. Uma grande bobagem. A Virada Cultural de 2015 me lembrou as duas primeiras versões da Virada, em 2005 e 2006. Famílias inteiras pelas ruas, rolezinhos de amigos aos borbotões, arrastões que não chegaram aos dois dígitos, banheiros...

Foi, foi, foi…

Meu nome artístico é  William Love, tenho 20 anos. Sou nascido em Abaetetuba, no interior do Pará. Abaeté, em tupi, quer dizer homem forte, valente, prudente. É a terra da cachaça, do miriti, das bicicletas, das motos, do contrabando… Eu e a Keila temos um filho de 1 ano, o Josué. A gente não temos paradeiro nem morada certa, é Barcarena,...

Artista, eu?

Sacode, sacode, sacode aí, muchacha. Eu tenho 20 anos. Sou mãe do Josué. Nasci em Manaus, sou amazonense. Em Manaus, não conhecia o tecnomelody, o eletromelody, não tinha noção do que era uma aparelhagem. Alguém tem noção do que é uma aparelhagem? Em Manaus não tem, lá o forte é o forró e o boi-bumbá. Com 5 anos, comecei a...

A nossa saga cabocla

Cena 1: A CRUELDADE As patas da besta frequentam Porto Alegre (RS) na semana histórica do dia 24 de janeiro de 2018. A crueldade é a prova dos nove na cidade de onde o borjense Getulio Vargas partiu em 1930 para fazer uma revolução mista autoritário-trabalhista e tomar o poder dos territórios tupis-guaranis ao norte. A operação de guerra peemedebista-tucana-direitoextremista está montada sobre...

Inezita Barroso, suave na nave

  Inezita Barroso, dama majestosa da “Moda da Pinga”, do folclore (como ela gosta de dizer) e da música caipira brasileira e paulista, está na primeira fila, assistindo ao show. No palco está Flávio Renegado, rapper mineiro egresso da periferia de Belo Horizonte, que acaba de lançar seu segundo álbum, “Minha Tribo É o Mundo”. Ele canta “Suave”, um dos novos...

Luan Santana, Sorriso Maroto, Paula Fernandes, Calypso e Reginaldo Rossi

  Se existe uma coisa que FAROFAFÁ respeita é o gosto do brasileiro. E o gosto do brasileiro está onde? Nas redes sociais ou no YouTube? Nos MP4 e celulares que cada um carrega e ouve a sua canção favorita? Hoje (e esse "hoje" já dura algum tempo), Luan Santana é o príncipe do Brasil, segundo as emissoras de rádio...