25 horas e ½ de Virada

Um evento realizado em 28 ruas abertas, 8 bibliotecas municipais, 9 centros culturais, 7 teatros municipais, 11 casas de cultura, 16 Viradinhas voltadas para o público infantil, 10 CEUs (Centros Educacionais Unificados) e 5 palcos montados nos bairros das zonas sul, leste e norte. A Virada Cultural impacta pela variedade de atrações. É preciso ser mais de um para...

Metal Sheherazade

A descoberta do rock é uma experiência libertadora. Não é por acaso que, pra grande maioria, aconteça na adolescência. O rock é uma espécie de mecanismo que destrava as amarras do superego, construído ao longo de qualquer infância mais ou menos normal. E existe algo de solitário neste desbravo: na casa, ninguém mais; na rua, ninguém mais; na escola,...

O Proibidão de Haddad

A "Lei do Pancadão" está valendo em São Paulo. Tocar funk em volume mais alto do que uma conversa normal gera multa de 1 mil reais ao dono do carro estacionado, valores que podem ser duplicados e quadruplicados nas reincidências. Com o "Proibidão de Haddad", vencem a criminalização do gênero musical e a sociedade que abomina a mais popular...

Sobre o funk carioca e a cultura do estupro

Boa parte do funk é, sim, expressão do horror e da barbárie que nos assola. Mas é possível criticá-lo sem criminalizar a periferia? Uma reflexão de Acauam Oliveira Diante da comoção geral ocasionada pelo caso estarrecedor de estupro de uma jovem de 16 anos por 33 homens no Rio de Janeiro, diversos textos e artigos passaram a enfatizar a necessidade...

40 anos com Leci Brandão

Numa manhã gripada de julho, caminho pela primeira vez nos corredores internos da Assembleia Legislativa do estado de São Paulo. Estou em busca de música, será que existe música na casa dos deputados? Num dos gabinetes, encontro três colegas de Jornalistas Livres, o Rafael Vilela, a Ísis Vergílio, o Christian Braga, que já chegaram para acompanhar e gravar a entrevista com...

A revolução mora ao lado

Ninguém está vendo a revolução. Ela acontece a poucos metros do posto de trabalho de Michel Temer e do Congresso Nacional sitiado pelas bancadas da bala, da Bíblia, do boi. Com entrada franca, o território livre (e totalmente cercado por grades) se chama Favela Sounds. Planta-se na Esplanada dos Ministérios, entre a catedral católica e o Museu Nacional de Brasília,...

Funk brasileiro no país do futebol

Não é uma música propriamente nova. O videoclipe foi instalado no YouTube em 3 de novembro de 2013 (e acumula mais de 20 milhões de visualizações no momento de escrita deste texto, em 27 de abril de 2014). Chama-se "País do Futebol", e é uma loquaz fusão entre o funk-ostentação de MC Guime e o rap(-ostentação?) de Emicida. A música é uma cápsula...

Funkeiro é assassinado. É o 4º em três anos

Jadielson da Silva Almeida foi assassinado na tarde de ontem, em São Vicente, litoral paulista. Cravejaram-lhe cinco tiros. A polícia diz não ter suspeitos. Mas MC Primo, celebrado funkeiro da Baixada Santista, não era um desconhecido dos policiais. Para os homens da lei, o jovem de 28 anos era um daqueles autores de letras que falam mal da corporação,...

Rolezinho de A a Z

Ainda está confuso entender o que é um rolezinho? Não faltam argumentos das mais variadas naturezas para dizer que esses jovens que "invadem" os shopping centers estão errados. Já tem gente se vestindo de Batman para proteger os cidadãos e seus ouvidos contra o rolezinho, o funk, o funk-ostentação, a Copa do Mundo... O Brasil está em transe e os jovens...

DJ Perera, a incrível história que começa em uma lanhouse

Poucos músicos alcançaram sucesso tão rápido quanto o jovem de 22 anos Lucas Perera da Silva, mais conhecido como DJ Perera. De cada dez funks de sucesso cantados nas periferias do Brasil, oito foram produzidos por ele. Perera começou a aprender música na Igreja Batista que frequentava quando pequeno. Ao tocar no grupo de jovens, teve oportunidade de se...