O secretário municipal de Cultura, Alê Youssef

A Prefeitura de São Paulo divulgou nesta sexta, 5, a abertura de inscrições para o Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais (Promac 2021), que destinará R$ 30 milhões pela via da renúncia fiscal para projetos do setor. As inscrições começam às 9h de segunda-feira, dia 8. A exemplo da Lei Rouanet, que funciona com Imposto de Renda, o Promac permite os contribuintes destinem parte do ISS e IPTU para projetos culturais e existe desde 2018 – substituiu a antiga Lei Mendonça, mecanismo anterior de fomento no âmbito municipal.

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, responsável pelo Promac, o lançamento antecipado do edital integra os esforços do Plano de Amparo à Cultura, lançado em fevereiro com o objetivo de mitigar os impactos da pandemia no setor cultural, um dos mais afetados nos últimos 12 meses. Também conforme a assessoria da secretaria, o total de R$ 30 milhões é o dobro do que foi ofertado em 2018.

Podem ser beneficiados projetos de até R$ 600 mil em 22 linguagens culturais e artísticas, como teatro, dança, música, hip hop, cultura popular, artes visuais, patrimônio histórico, entre outras. “Enquanto as leis de incentivo são alvos constantes de ataques no Brasil e viraram instrumentos de criminalização dos artistas, nós da cidade de São Paulo decidimos reagir fazendo ações que sejam contrapontos concretos e representem nossa resistência pró-ativa”, disse em nota da sua comunicação o secretário de Cultura da cidade de São Paulo, Alê Youssef. “É o nosso jeito de colocar a civilização contra a barbárie, o pensamento contra a estupidez. É o nosso jeito de valorizar a nossa democracia.”

O Promac tem um critério territorial na definição do tamanho das renúncias fiscais permitidas aos projetos, utilizando como indicador o IDH Municipal da Educação, que divide a cidade em três faixas (de acordo com o acesso da população daquele local à educação formal). Para receber o selo de 100% de renúncia fiscal, o projeto precisa fazer a maior parte de suas atividades na Faixa 1 da cidade, que é, em grande parte, periférica. Um projeto que for executado em locais com menor acesso à educação formal se torna assim mais atrativo para a captação de recursos.

O projetos podem ser inscritos até as 23h59 do dia 31/05/2021 na plataforma do Promac
(http://smcsistemas.prefeitura.sp.gov.br/promac/). Podem se inscrever pessoas físicas ou pessoas jurídicas que comprovem domicílio ou sede na cidade de São Paulo há pelo menos dois anos. Saiba mais no Edital 2021 do Programa.

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome