Alexandre Mota/O Tempo
Um poema para trabalhadores dos tempos das trincheiras

UBER YEATS

Você imagina a tortura que é andar com fome carregando comida nas costas?
(Paulo Roberto, 31 anos, motoqueiro de aplicativo)

 

 

 

Eu os encontrei quando o dia findava
Chegando com suas faces espremidas entre a máscara e o capacete
Voando do caixa do delivery às máquinas plastificadas de débito e crédito
Tocando as campainhas das casas geminadas das vilas da Vila Mariana
Eu os saudei com um menear de cabeça mudo
Ou quaisquer palavras que não fizessem sentido
E pensei, antes de dizê-las
Em algo que sempre parecia engraçado ou esperto
Entre eu e meus semelhantes de classe
Nas reuniões do bar falsamente boêmio
Estando convicto de que tanto eu quanto eles
Víviamos onde as diferenças estão puídas:
Tudo mudou, mudou por completo
Uma terrível tristeza nasceu

 

(escrito a partir do poema Easter, de William Butler Yeats, de 1916)

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome