Tadashi Kawamata
Tadashi Kawamata, na Exposição Construção, na Japan House, dá um novo sentido ao hashi - Foto

Enquanto esquentam os tamborins de Norte a Sul do País, há uma profusão de atrações culturais pipocando nos palcos, galerias e museus. Do festim melódico do Clube da Esquina de Minas aos versos pré-modernistas do Maranhão, dos primeiros forrós do Nordeste paulistano à arte criada a partir dos tradicionais sushis da cultura japonesa, ícone da grande metrópole, o final de semana abre um leque de opções multiculturais. Para marcar o final das férias escolares, a Pinacoteca do Estado, na Luz, em São Paulo, abre suas portas gratuitamente para um fabuloso acervo e exposições pontuais. E o veterano Sergio Mamberti marca presença no teatro. Saiba o que está em evidência neste final de semana na área cultural.

SEXTA-FEIRA 31

Estreia no Canal Brasil a série documental Milton e o Clube da Esquina, em que Milton Nascimento convida artistas como Lô Borges, Gal Costa, Ney Matogrosso e Criolo para lembrar clássicos dos anos 1970. Em nova temporada, no Teatro Porto Seguro, Sérgio Mamberti interpreta Dasco Nagy, um sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz.

SÁBADO 1º/2

Na Funarte SP, a partir das 14 horas, abertura da exposição “Ibitipoca– Minas que transformam”, de Araquém Alcântara, um dos maiores nomes da fotografia ambiental do Brasil. E, no último final de semana das férias escolares, a Pinacoteca se abre de graça para todos os visitantes. Em São Miguel Paulista, um grande heroi do povo ressurge na avenida do pré-Carnaval: Pedro Sertanejo.

 

DOMINGO 2

E preparem-se: no dia 4, a Japan House abre a exposição de Tadashi Kawamata, que cria uma obra monumental a partir de 90 mil pares de hashis. O poeta Celso Borges lança Visão, uma poema-celebração à obra de um notável agitador cultural maranhense, Bandeira Tribuzi, visionário pré-modernista.

 

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome