Nicanor Parra, entre os melhores livros de 2019
Nicanor Parra, entre os melhores livros de 2019 - Foto Divulgação

Interessante ano para a poesia, o que mostra que aquele cartum-meme que circula por aí (“O que faremos agora?”, diz um personagem; “Poesia, esses canalhas detestam poesia!”, responde o outro) parece fazer muito sentido. A publicação no Brasil, inédita, de Nicanor Parra e Primo Levi são alguns dos melhores livros de 2019.

E em tempos sombrios, onde a cultura recebe uma punhalada por dia e o mantra neoliberal “É a economia, estúpido” faz a cabeça dos Chicago boys, mais que se recomenda voltar aos estudos de grandes pensadores, como Karl Marx. Um estudioso dele, David Harvey, ajuda a compreender a enrascada que o capitalismo tem nos empurrado para a beira do precipício.

1) Só para Maiores de Cem Anos: Antologia (Anti)Poética, de Nicanor Parra.

O impacto da obra do visionário poeta chileno Nicanor Parra, morto no ano passado no Chile aos 103 anos, é um tratado da transgressão permanente. Reinventar as palavras e os significados são responsabilidades do poeta, escreve Parra, assim como desarmar a bomba da acomodação. (Jotabê Medeiros)

2) Loucura da Razão Econômica, Marx e o Capital no Século XXI. De David Harvey, Boitempo

Neste livro, o sociólogo David Harvey criou uma espécie de síntese de suas cinco décadas de estudos à luz de Karl Marx. Para ele, o capitalismo não tem se saído bem pelo lado da produção, mas pela especulação financeira e é preciso combater esse sistema perverso. (Eduardo Nunomura)

3) Mil Sóis, Primo Levi

Enfim, a inédita (no Brasil) obra poética dessa testemunha literária do Holocausto e da mais funda barbárie, fundamental para uma iluminação ética. Versos pontuados de intertextos e diálogos com o italiano Dante Alighieri, o britânico T.S. Eliot, o alemão Heinrich Heine, o francês François Villon, o poeta latino Catulo. Luz em meio as trevas. (JM)

Veja quem votou na categoria “Os melhores livros de 2019”:

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome