Nelson Sargento - Foto Edinho Alves
Nelson Sargento, um dos notáveis artistas cujas vidas foram ceifadas pela pandemia e serão celebrados pela FLIP - Foto Edinho Alves

Nelson SargentoLeci Brandão, Toninho Geraes Sombrinha são alguns dos protagonistas da Virada do Samba, que comemorará o Dia Nacional do Samba (1º de dezembro) em São Paulo, com 24 horas de programação ininterrupta. Seguindo o modelo de Virada Cultural, o evento acontece na Quadra da Escola de Samba Rosas de Ouro, em São Paulo, das 18h do sábado (dia 30) até as 18h do domingo.

Com preços populares (até R$ 15), a Virada exaltará as rodas de samba das comunidades paulistanas, com participações de Samba da VelaPagode da 27O Samba Que Vem Lá de São MateusSamba de DandaraSambadas e Batalhão da Vagabundagem (com participação especial da compositora e cantora Geovana). Os intervalos serão ocupados pelos DJs do grupo Samba do Sol. O evento contará com espaço reservado para seis botecos: Bar do Luiz Fernandes, Cariri, Pira Grill, Cantina Piovanelli (de São Roque), Academia da Gula e Bistrô Favela.

Virada do Samba. Na Quadra da Escola de Samba Rosas de Ouro (R. Cel. Euclídes Machado, 1066 – Jardim das Graças, São Paulo). De sábado, às 18h, a domingo, às 18h. R$ 5 a R$ 15.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome