hoje eu conheci o “novo” vice-presidente da sessão paulista da ordem dos músicos do brasil (omb).
@
ele tem 80 anos e se chama plinio metropolo. eram mais ou menos 13h quando chegou, de bermuda jeans e camisa de veraneio, lá na sede da omb, na av. ipiranga, no miolão entre o terraço itália, o copan e o ex-hotel hilton (parece até música do tom zé).
@
metropolo é músico profissional, pianista, e conta que tocou (piano) por muitos anos com a cantora mais “famosa” do momento no brasil, uma tal de maysa.
@
evocou umas tantas historietas sobre a amiga íntima de muitos anos, opinou que ninguém no mundo cantou “ne me quitte pas” como ela, assinalou que também tocou, na europa, com o autor desse música, um tal de jacques brel. e, naturalmente, ironizou a “novela” em que a globo transformou a vida da tal maysa.
@
é… há mais coisas entre o chão e o sexto andar do edifício da av. ipiranga, naquele incrível ambiente de repartição chamado omb, do que poderia supor minha (nossa?) vã ignorância.
@
p.s. 1: o conselho regional paulista da omb, em tempos de mudança – vide o endereço do blog recém-aberto, www.novaordem.musicblog.com.br -, anuncia (e já fez publicar como portaria no “diário oficial”): estão canceladas e quitadas todas as “dívidas” de anuidades passadas, da gestão wilson sandoli, para todo e qualquer músico que pagar na sede a anuidade de 2009.
@
p.s. 2: a gravadora da emissora que fez a novela da estrela que foi amiga do metropolo (por mera coincidência, juraria o nizan guanaes) anuncia que dentro de instantes transformará em cd quatro jóias musicais da coroa de maysa. são “maysa é maysa… é maysa, é maysa!”, de 1959, “maysa canta sucessos”, de 1960, “voltei”, de 1960, e “maysa, amor… e maysa”, de 1961 (e olha eu aqui fazendo divulgação para dona som livre, né mesmo?). pois então, alguém duvida que maysa, hoje, é mais famosa que maísa (a garotinha) e que mallu (a musa “folk” dos marmanjões)? e alguém aposta que durará mais que os 15 minutos de “fama” de andy-pop-warhol?
@
p.s. 3, nada a ver, mas…: los hermanos vão tocar “com” radiohead e kraftwerk em são paulo e rio??? uai, mas não era esse conjunto que tinha acabado?? festifal de folk(raft)! pois então, diz o recibo “à” imprensa da assessoria “de” imprensa (in press porter novelli), l.h. “se reúne para dois shows inesquecíveis no festival (…)”. os shows nem aconteceram ainda, e já são inesquecíveis, sei. devem ser mesmo, porque estou aqui tentando esquecer [olha eu aqui fazendo divulgação para o festival j(…)a(…)f(…), né mesmo?], e não consigo…
@
p.s.4: post scriptum maior que o scriptum, mora?

PUBLICIDADE

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome