Para concluir o “chove, chuva” iniciado em Ciclo das águas 1“, um pouco mais de música molhada brasileira, de Jackson do Pandeiro Crônica Mendes.

1. Raul Seixas, “Medo da Chuva” (1974) – Você tem medo de quê?

2. Rogério Duprat Mutantes, “The Rain, the Park and Other Things” (1968) – A chuva, o parque e outras coisas…

1969 A Voz do Sucesso3. Marcus Pitter, “Pingos de Chuva” (1969) – Raindrops keep falling on my head.

4. Luiz Gonzaga, “Baião da Garoa” (1952) – Chuva, chuva boa, chuvisqueiro, chuvisquinho, nem que seja uma garoa.

5. Gordurinha, “Se Chovesse no Nordeste” (1963) – Só perguntando à natureza.

6. Marinês, “Felicidade de Sertanejo” (1961) – Felicidade para o pobre sertanejo é trovão, é relampejo.

chuva7. Nordeste Já, “Seca d’Água” (1985) – Outra do “USA for Africa” brasileiro, sob liderança de Luiz Gonzaga e composto por vozes sambistas e nordestinas como as de Alceu ValençaAlcioneAmelinhaBeth CarvalhoEdnardoElba RamalhoElza SoaresGeraldo AzevedoJoão do Vale, MPB 4Paulinho da ViolaRoberto Ribeiro

8. Cátia de França, “Não Há Guarda-Chuva” (1980) – Não há guarda-chuva contra o tédio.

9. Elizabeth Viana, “Meu Guarda-Chuva” (1969) – Há guarda-chuva, sim – de seu Jorge Ben.

10. Jacinto Silva, “O Guarda-Chuva” (1979) – Quando acabou a festa o guarda-chuva ficou lá…

1965 ...E Vamos Nós...11. Jackson do Pandeiro Almira, “Tililingo” (1965) – Olha a peleja da bica com o pingo.

12. Crônica Mendes, “Domingo de Chuva” (2013) – Foi assim que conheceu São Paulo.

13. Quinteto Violado, “Rio Capibaribe” (1980) – O rio, feito cobra grande, engoliu as terras, as casas, roças secas.

1982 Pássaros na Garganta14. Tetê Espíndola, “Cunhataiporã” (1982) – E descer o rio Paraguai…

15. Fafá de Belém, “Esse Rio É Minha Rua” (1976) – Eu não sou de igarapé.

2006 Ainda Há Tempo16. Criolo, “Chuva Ácida” (2006) – Nem todas são das que molham.

17. Gilberto Gil, “Sonho Molhado” (1981) – Faz muito tempo que eu não sei o que é me deixar molhar.

18. Erasmo Carlos, “Dia de Chuva” (1973) – Aproveite esse dia de chuva…

19. Gaby Amarantos, “Chuva” (2012) – Chuvaréu feminino, de Iara Rennó Thalma de Freitas.

20. Gal Costa, “Chuva de Prata” (1984) – Um beijo molhado de luz.

1991 Kindala21. Margareth Menezes, “Vendaval Temporal” (1991) – Chuvarada axé.

22. Carlinhos Brown, “Garoa” (2007) – Não escute o Vaticano.

23. Chiclete com Banana, “Pode Chover” (1996) – …Relampejar, trovão roncar, raio cair.

24. Kid Abelha, “Lágrimas e Chuva” (1985) – Molham o vidro da janela.

1982 O Rei do Carimbó - Vol. 1125. Pinduca, “Chuva e Lágrima” (1982) – Água lá do céu é chuva, água no meu rosto é lágrima.

26. Sergio Mendes & Brasil ’66, “Constant Rain” (1967) – Por favor, chuva ruim…

27. Paulinho da Viola, “Chuva” (1975) – Começou bem cedo…

28. Raça Negra, “Chuva Cai” (1998) – Hoje a natureza está contra mim.

29. Lobão & Os Ronaldos, “Me Chama” (1984) – Chove lá fora…

1957 Chove Lá Fora30. Tito Madi, “Chove Lá Fora” (1957) – …E aqui?

31. Maysa, “Noite Chuvosa” (1960) – Eu até acho graça da chuva lá fora.

1996 No Compasso do Criador32. Katinguelê, “No Compasso do Criador” (1996) – Chuva cai…

33. Dorival Caymmi, “Noite de Temporal” (1959) – É noite…

34. Elba Ramalho, “Veio d’Água” (1979) – Veio d’água no rosto é uma mágoa.

35. Zé Ramalho, “Temporal” (2000) – Nos ombros dos generais.

1958 1 Vamos Falar de Brasil36. Inezita Barroso, “Temporal” (1958) – Cuidado, meu filho!

37. Leandro Lehart, “Vai Chover” (2006) – Vou tomar banho de cachoeira.

38. Gonzaguinha, “Lindo Lago do Amor” (1984) – Ele tomou um banho de água fresca.

39. Vanessa da Mata, “Ai, Ai, Ai…” (2004) – Tomar um banho de chuva…

40. Fagner, “Cebola Cortada” (1977) – A cachoeira cantando.

41. Ana Carolina, “Uma Louca Tempestade” (2003) – Quero que a chuva corra sobre o rio.

2013 Até Onde o Coração Pode Chegar42. Crônica Mendes, “O ‘Último Interlúdio” (2013) – São as águas de março…

43. Guilherme Arantes, “Planeta Água” (1981) – Um profundo grotão.

1977 As Forças da Natureza44. Clara Nunes, “As Forças da Natureza” (1977) – Vai resplandecer.

45.  Zeca Baleiro Chico César, “Mamãe Oxum” (1997) – Eu vi mamãe Oxum na cachoeira.

46. Os Tincoãs, “Iansã, Mãe Virgem” (1973) – Sentada na pedra pra ver se o rio não corre.

47. Maria Bethânia, “Iansã” (1972) – Senhora das nuvens de chumbo.

 

DEIXE UMA RESPOTA

Por favor, registre seu comentário
Por favor, entre seu nome