Sou professora. Estou em greve. E explico o porquê

Sou professora do Estado de SP desde 2009. E já mergulhei na divisão em "categorias". Entrei como "categoria L", ou seja, não-concursada, e pegava apenas aulas que "sobravam" dos efetivos. Essa categoria não existe mais, foi substituída pela "categoria O", onde está a maioria dos contratados. A categoria "O" é o que há de mais precário na rede: só pode...

Parlamentares versus parentes

Brasília, 16 de abril de 2015, terceiro dia de Mobilização Nacional Indígena no 11º Acampamento Terra Livre. É hora de mais de 500 indígenas se pintarem para a guerra, descerem até o poder legislativo da República e ocuparem o Congresso Nacional, organizados em fila indiana para passar pelo cordão de isolamento da Polícia Legislativa. E lá vou eu de...

Quem afundará primeiro: a imprensa ou a política?

A crise de legitimidade da imprensa é medida em números. Metade dos leitores de Folha de S.Paulo, O Globo e O Estado de S. Paulo, os três maiores jornais nacionais do país, e metade dos telespectadores do Jornal Nacional, da TV Globo, nunca ou poucas vezes confiam no noticiário apresentado diariamente. E 54% dos leitores da revista Veja desconfiam...

A marcha dos invisíveis

O Palácio do Planalto é o próximo alvo. No segundo dia da 11ª edição do Acampamento Terra Livre, cerca de 1.500 indígenas de Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil desfilam pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, desta vez tentando atrair a atenção da presidenta Dilma Rousseff para sua causa. Ontem, o cerco da Polícia Militar se fechou sobre...

Um rio de urucum flui sobre Brasília

A passeata transcorre tranquila, 100% pacífica, sem incidentes. Os manifestantes evoluem pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, portando cartazes corteses e educados, cantando, dançando, festejando. Há muitas famílias, famílias inteiras - exceto as crianças, que em sua maioria ficaram em casa, sem engrossar o contingente de algo entre 1.200 e 1.500 pessoas. Os manifestantes são índios, índios braSileiros (afora alguns hermanos...

Selfies com cachorro, a atração nos protestos

CRÔNICA Eu sou um cachorro. Não um qualquer, mas um farejador de sangue puro e raça nobre. Para quem é entendido, sou um legítimo Bloodhound. Meu nome é Mike e tenho 3 anos. O sargento Alexandre é meu dono. O cão que veio comigo é o Bardo, um ano mais velho do que eu. Sim, é um pastor alemão. Preciso dizer...

O rap é compromisso, e nunca deixará de ser

  Para ver o show Discotecagem Nelson Triunfo e Sabotage, no Sesc Campo Limpo, zona sul de São Paulo, fui com o escritor negro Paulo Rafael. Pegamos um busão na Pompeia, zona oeste, e partimos rumo à estação de trem Cidade Universitária. De lá seguimos até Santo Amaro e fizemos a baldeação para o Campo Limpo na linha Lilás do...

Edifício Família

Uma grande família vive unida na aprazível residência da avenida 9 de Julho, 210, no centro de São Paulo. A matriarca, a gerente comercial Carmen, orienta a filharada com prazer, rigidez e determinação. É heterogênea essa grande família. A filha Janice, a Preta, é publicitária formada. Alexandre, corretor de seguros, já foi vendedor, bombeiro civil, garçom, barman, dono de empresa...