Pato Fu e os bonecos do Giramundo. Foto: Dudi Polonis. Divulgação
Pato Fu e os bonecos do Giramundo. Foto: Dudi Polonis. Divulgação

Quando foi entrevistada por este repórter e sua companheira de bancada Gisa Franco, no Balaio Cultural, na Rádio Timbira AM, em 18 de julho de 2020, a cantora Fernanda Takai revelou a alegria em ter um estúdio em casa, onde gravou inteiro seu disco solo mais recente, “Será que você vai acreditar?” (Deck, 2020) – que divulgava na ocasião –, em companhia do marido e colega de Pato Fu John Ulhoa; na conversa, revelou ainda serem, o casal e a filha, bastante comportados em relação a respeitar a quarentena imposta pela pandemia de covid-19 – veja aqui; na mesma data a cantora Silvia Machete também compareceu ao programa.

Após esse período longo de isolamento social, o Pato Fu volta a se apresentar pela primeira vez, na live “Música de brinquedo 2”, que será transmitida dia 7 de março (domingo), a partir do palco do Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte/MG, às 16h, pelo canal da Fundação ArcelorMittal no youtube e no facebook do programa Diversão em Cena.

“Música de brinquedo” se configurou um fenômeno (Grammy latino e disco de ouro) na trajetória do Pato Fu, com releituras de clássicos da música brasileira e do pop internacional tocados com instrumentos de brinquedo, como entrega o título. Herbert Viana, Ritchie, Tim Maia, Paul McCartney, Pizzicato Five, Roberto Carlos, Smokey Robinson, Gilberto Gil, João Bosco, Raimundos, The Police, Rita Lee, Rita Pavone, Ricky Martin e Genival Lacerda, entre outros, passeiam no repertório da banda – além de temas da própria –, em roupagem que agrada pais e filhos, tios e sobrinhos, avós e netos. Meu filho José Antonio, 5 anos, adora, com especial predileção para “Todos estão surdos” (Roberto Carlos/ Erasmo Carlos), “Twiggy Twiggy vs James Bond” (Boris C. Schifrin/ Hal David/ Burt Bacharach/ Morton Stevens/ Nanako Sato) e “Bohemian rhapsody” (Freddie Mercury), do volume ao vivo (2011); o álbum de estúdio foi lançado em 2010 e o volume 2 em 2017.

Além dos integrantes do Pato Fu – Fernanda Takai (voz e brinquedos), John Ulhoa (violão) e Ricardo Koctus (baixo) – estarão no palco da live Glauco Mendes (bateria), Richard Neves (teclados), Thiago Braga e Camila Lordy, pilotando diversos brinquedos e miniaturas. Os vocais de apoio são dos monstros Groco e Ziglo, do Giramundo Teatro de Bonecos, manipulados por Marcos Malafaia, Beatriz Apocalypse e Ulisses Tavares.

“Eu gosto do palco, eu gosto das pessoas, eu gosto da luz queimando na cabeça [risos]; tem gente fazendo lives imensas, com a banda completa; eu não quero desrespeitar esse momento, que a gente tem que dar exemplo e ficar em casa; eu espero quando for seguro e assim que for possível botar uma turnê nova na estrada”, afirmou a cantora naquela entrevista, consciente de seu papel de artista enquanto formadora de opinião, talvez sem imaginar que a crise sanitária fosse se arrastar por tanto tempo, potencializada pelo mandato do genocida de extrema-direita Jair Bolsonaro na presidência da república.

“Música de brinquedo 2”, a live, gratuita, tem classificação indicativa livre, com duração de 60 minutos e acessibilidade em Libras. A apresentação tem patrocínio da ArcelorMittal, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, com produção e curadoria de Lima Produções Culturais.

*

Assista “Every breath you take” (Sting), com Pato Fu:

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome